Sissoco demite-se. Guiné-Bissau sem governo

PorLusa,13 jan 2018 12:47

1

Umaro Sissoco Embaló
Umaro Sissoco Embaló

​O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, está a analisar o pedido de demissão no cargo entregue sexta-feira pelo primeiro-ministro, Umaro Sissoco Embaló, disse à Lusa fonte da presidência guineense.

Segundo a mesma fonte, Umaro Embaló mandou entregar a sua carta de demissão do cargo que ocupa desde 18 de Novembro de 2016 e “o Presidente vai analisá-la e depois informar o país sobre se a aceita ou não”. 

Se José Mário Vaz aceitar o pedido, publicará um decreto presidencial a anunciar a exoneração de Umaro Sissoco Embaló, que é o quinto primeiro-ministro nomeado desde as eleições legislativas de 2012. 

O primeiro-ministro da Guiné-Bissau anunciou sexta-feira na sua página na rede social Facebook, que apresentou o pedido de demissão do cargo ao Presidente guineense, José Mário Vaz. 

No texto, Embaló, de 46 anos, não especificou os motivos para o pedido de demissão, apenas referiu ter apresentado ao chefe do Estado guineense a segunda carta naquele sentido, depois de o já ter feito no passado dia 06 de dezembro. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lusa,13 jan 2018 12:47

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  18 nov 2018 3:23

1

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.