Planeta perde 24 mil milhões de toneladas de solo fértil todos os anos

PorExpresso das Ilhas, ONU News,17 jun 2019 8:23

​Até 2045, cerca de 135 milhões de pessoas poderão ser deslocadas como resultado da desertificação. O fenómeno causa mais mortes e desloca mais pessoas do que qualquer outro desastre natural.

Assinala-se hoje o Dia Mundial de Combate à Desertificação e à Seca. Na sua mensagem sobre a data, o secretário-geral das Nações Unidas (ONU) afirma que é preciso “mudar tendências urgentemente.”

António Guterres afirma que “a desertificação, a degradação da terra e a seca são grandes ameaças que afectam milhões de pessoas em todo o mundo, especialmente mulheres e crianças.”

Segundo o responsável da ONU, o mundo perde 24 mil milhões de toneladas de solo fértil todos os anos e a degradação dos solos reduz o Produto Interno Bruto, PIB, nos países em desenvolvimento em até 8% ao ano.

Há 25 anos, 197 Partes adoptaram a Convenção das Nações Unidas para Combater a Desertificação (UNCCD). Guterres diz agora que a convenção é “histórica”, mas “ainda há muito a fazer.”

O secretário-geral afirma que “proteger e restaurar a terra, utilizando-a de melhor forma, pode reduzir a migração forçada, melhorar a segurança alimentar e estimular o crescimento económico.” Também pode ajudar a lidar com a emergência climática global.

Neste dia mundial, o chefe da ONU pede que se reconheça “a urgência em combater a desertificação como parte dos esforços para alcançar os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável.”

O tema do dia em 2019 é “Vamos Plantar o Futuro Juntos”. A celebração acontece em Ancara, na Turquia.

Por ocasião do 25º aniversário da Convenção, as Nações Unidas pretendem celebrar as décadas de progresso e, ao mesmo tempo, analisar os próximos 25 anos, com o objectivo de alcançar a neutralidade da degradação da terra. Atingir essa meta pode ser conseguido reabilitando terras já degradadas, ampliando a gestão sustentável da terra e acelerando iniciativas de restauração.

A ONU diz que um mundo com neutralidade da degradação da terra “fornece uma base sólida para redução da pobreza, alimentos, segurança hídrica, bem como mitigação e adaptação às mudanças climáticas.”

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, ONU News,17 jun 2019 8:23

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  17 jul 2019 23:22

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.