​Video-vigilância na Praia ajuda a resolver 900 casos policiais

PorExpresso das Ilhas, Lusa,25 fev 2019 11:44

O sistema de video-vigilância instalado há sete meses na cidade da Praia ajudou a resolver 900 casos das 13 mil chamadas que a Polícia Nacional (PN) atendeu neste período, segundo o director nacional.

Emanuel Moreno falava aos jornalistas à margem do XIII Conselho de Comandos da Polícia Nacional, que decorre na Praia, durante o qual foi apresentado o relatório de actividades e balanço das acções desenvolvidas pela PN em 2018.

A cidade da Praia tem um sistema de videovigilância a funcionar desde 24 de Julho do ano passado e o mesmo "teve efeito na redução da criminalidade" na capital e "não só por causa da prevenção", disse.

Segundo Emanuel Moreno, o sistema mostra-se eficaz "sobretudo fazendo face às ocorrências que normalmente acontecem nas ruas".

"Rapidamente o nosso pessoal chega a tempo e também, em situações em que é monitorizada a actividade, a polícia age com rapidez e a tempo de dar resposta e conseguir resolver as situações", adiantou.

De acordo com o director nacional da PN de Cabo Verde, neste período registaram-se "13 mil atendimentos a nível das chamadas", dos quais mais de 900 casos foram resolvidos com o apoio da videovigilância.

Emanuel Moreno sublinhou ainda que, numa segunda fase, este sistema irá ser instalado em São Vicente, Sal e Boavista e depois reforçado na Praia.

"Com a segunda fase vamos com certeza reforçar os ganhos", acrescentou.

O sistema de videovigilância faz parte do projecto Cidade Segura, com o qual o Governo cabo-verdiano estima poder vir a diminuir a criminalidade urbana na ordem dos 30%.

O projecto "Cidade Segura" foi instalado pela empresa multinacional chinesa de telecomunicações Huawei, que contemplou a construção de um Centro de Comando em Achada Grande Frente, instalação do sistema de videovigilância, do sistema de alerta inteligente e da comunicação operacional (voz e vídeo).

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,25 fev 2019 11:44

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  16 nov 2019 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.