​Prisão preventiva para padrasto suspeito de agressão sexual de menor de 14 anos

O Tribunal da Comarca da Praia decretou prisão preventiva ao homem de 30 anos detido no passado dia 7 de Março, suspeito da prática de um crime agravado de agressão sexual com penetração a menor de idade.

O indivíduo foi detido no Bairro Eugénio Lima.

De acordo com informações avançadas hoje pela Polícia Judiciária (PJ), a vítima, uma menor de 14 anos, terá sido agredida pelo padrasto, dentro da própria casa, no passado dia 19 de Fevereiro, tendo o arguido aproveitado de um momento de ausência da mãe da vítima, sua esposa, para cometer o crime.

Na mesma nota de imprensa, a PJ dá conta da detenção que a mesma brigada efectuou, sexta-feira, 22, em flagrante delito, de outro homem, de 17 anos, na posse de alguma quantidade de Cannabis.

O detido, na localidade de Palmarejo, foi presente, no mesmo dia, às autoridades judiciárias competentes, para efeito do primeiro interrogatório judicial de arguido detido e aplicação de medidas de coacção pessoal, tendo-lhe sido aplicado Termo de Identidade e Residência.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Rádio Morabeza,28 mar 2019 15:10

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  21 nov 2019 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.