​Prisão preventiva para mulheres na posse de droga em Santiago

Ficaram em prisão preventiva as três mulheres detidas esta semana, na ilha de Santiago, por tráfico de estupefacientes. O primeiro caso envolve uma brasileira na posse de uma mala com 6.155 gramas de cocaína de elevado grau de pureza. Outras duas mulheres foram detidas em Assomada, na posse de oito quilogramas (08 kg) de Cannabis.

De acordo com informações avançadas esta quinta-feira, em comunicado, pela Polícia Judiciária (PJ), uma mulher, brasileira, foi detida domingo, 14, em flagrante delito, no aeroporto da Praia, na posse de uma mala de viagem, contendo no seu interior 6.155 gramas de cocaína, de elevado grau de pureza, proveniente do Brasil.

A detenção da mulher, de 28 anos, aconteceu no âmbito da prevenção e combate aos tráficos ilícitos por via aérea. Presente ao Tribunal da Comarca da Praia, na terça-feira, 16, foi-lhe aplicada a medida de coacção mais gravosa, prisão preventiva.

No dia 15, mas desta feita na cidade de Assomada, a Secção Central de Investigação de Tráfico de Estupefacientes (SCITE) – Brigada Interna – procedeu a detenção, em flagrante delito, de duas mulheres, de 35 e 37 anos, residentes em Chã de Santos – São Bento – Assomada. As duas mulheres encontravam-se na posse de oito quilogramas (8 kg) de Cannabis, dissimulados em diversas latas de leite, para comercialização.

As detidas foram presentes, esta quarta-feira, 17, ao Tribunal da Comarca de Santa Catarina, para efeitos de primeiro interrogatório de arguidas detidas e aplicação de medidas de coacção pessoal, tendo sido aplicada, a ambas, a prisão preventiva.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Rádio Morabeza, Expresso das Ilhas,19 abr 2019 9:21

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  19 out 2019 23:21

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.