Sub-gerente do BCA em Termo de Identidade e Residência

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,25 jun 2019 7:22

1

​O Tribunal da Comarca da Praia aplicou segunda-feira termo de identidade e residência (TIR) à subgerente da agência do Banco Comercial do Altântico no Palmarejo, suspeita de desvio de 35 mil contos, pertencentes a vários clientes do banco.

A informação é avançada pela Inforpress, que cita fonte judicial, dando conta que a suspeita teve de pagar uma caução, de valor não revelado. A arguida está impedida de sair do país e da ilha de Santiago, avança igualmente a agência de notícias. 

A Polícia Judiciaria, através da Secção Central de Investigação de Crimes Económicos e Financeiros deteve sábado (22), fora de flagrante delito, na Praia, a sub-gerente da agência do BCA no Palmarejo, suspeita de desvio de um montante estimado em 35 mil contos.

Ontem, através de comunicado, o BCA garantiu que o caso não coloca em causa os depósitos dos clientes. A instituição financeira assegura que a situação tratou-se de um "caso isolado".

A arguida é colaboradora do BCA desde de 2006 e suspeita-se que vinha cometendo os crimes desde 2017.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,25 jun 2019 7:22

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  7 dez 2019 23:21

1

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.