Há 16 cabo-verdianos a estudar em Wuhan, cidade epicentro do novo coronavírus

PorExpresso das Ilhas, Lusa,27 jan 2020 6:05

1

Os 16 estudantes cabo-verdianos em Wuhan, cidade chinesa que está no epicentro do surto do novo coronavírus, estão a ser acompanhados pela Embaixada de Cabo Verde na China, divulgou este domingo a representação diplomática.

De acordo com uma nota publicada pela embaixadora de Cabo Verde, Tânia Romualdo, as autoridades cabo-verdianas estão “em contacto permanente” com os estudantes cabo-verdianos em Wuhan. Globalmente, estudam na China cerca de 350 jovens cabo-verdianos.

“Os 16 estudantes em Wuhan estão em universidades diversas e nas respectivas residências universitárias”, explica a embaixadora, na mesma nota, em que apela à comunidade cabo-verdiana para evitar sair de casa, “fazendo-o apenas para reabastecer”.

O novo coronavírus foi detectado na cidade chinesa de Wuhan (centro) no final de 2019. Mais de duas mil pessoas foram dadas como infectadas, a maioria no território continental da China, mas há também casos confirmados em Macau, Hong Kong, Taiwan, Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Estados Unidos, Singapura, Vietname, Nepal, Malásia, França, Austrália e Canadá.

Em Portugal, não se confirmou a infecção de um homem que apresentava suspeitas e que foi hospitalizado no sábado, em Lisboa, depois de ter regressado de Wuhan.

O ministro da Saúde chinês, Ma Xiaowei, alertou que os infectados podem transmitir a doença durante o período de incubação, que demora entre um dia e duas semanas.

Durante aquele período, os infectados não revelam sintomas, o que anula o efeito das medidas de rastreio, como medição de temperatura nos aeroportos ou estações de comboio.

Os sintomas incluem febre, dor, mal-estar geral e dificuldades respiratórias.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,27 jan 2020 6:05

Editado porSara Almeida  em  7 abr 2020 23:20

1

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.