São Vicente: Câmara e Governo apoiaram 25 mil famílias durante o estado de emergência

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,29 abr 2020 18:09

Loja Social da Câmara Municipal de São Vicente
Loja Social da Câmara Municipal de São Vicente

​Cerca de 25 mil agregados familiares foram apoiados em São Vicente com cestas básicas, através de iniciativas implementadas pela Câmara Municipal e pelo governo. Do total, cerca de 18 mil foram apoiados através da campanha de ajuda alimentar às famílias vulneráveis, promovida pela Loja Social. O restante foi canalizado via FICASE.

Informação avançada hoje pela vereadora de Acção Social, Lídia Lima, que falava à imprensa para um balanço da campanha promovida pela autarquia, que terminou esta terça-feira e que distribuiu mais de cinco mil cestas básicas.

“A campanha terminou ontem mas a loja continuará o seu funcionamento normal e já estamos a traçar outras metas de trabalho, no sentido de aumentar de forma considerável o número de beneficiários mensais. Se costumamos ajudar 150 famílias, a partir de agora vamos ajudar muito mais, tendo em conta a fragilidade que estamos a encontrar”, afirma.

A vereadora aponta para ”um acréscimo de pessoas em situação de desemprego”, devido ao contexto actual, nomeadamente das pessoas que trabalhavam no sector informal.

A autarca afirma que, apesar dos esforços, a iniciativa não conseguiu responder a todas as solicitações.

Para além das iniciativas das autoridades, várias associações e particulares têm distribuído apoio alimentar. Lídia Lima gostava de ter visto uma maior coordenação destas acções com a autarquia, para uma resposta mais alargada.

“O facto de termos várias associações no terreno a entregar cestas básicas, a apoiar as famílias, é uma coisa positiva, porque pensamos que através deles mais famílias conseguiram apoio, mas há um ponto negativo, que é o facto de termos apelado para se juntarem a nós, para fazermos um trabalho articulado e não terem feito isto. A falta desta articulação levou a que realmente houvesse famílias que tenham beneficiado de mais do que uma cesta, em relação a outras que não beneficiaram de nenhuma”, aponta.

A vereadora sublinha que a autarquia vai acompanhar a evolução da situação e conforme os cenários criará as respostas necessárias para ajudar as famílias.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,29 abr 2020 18:09

Editado porAndre Amaral  em  7 fev 2021 23:21

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.