Novo Conselho da Administração da RTC deverá ser conhecido em 30 dias

PorSheilla Ribeiro,30 abr 2020 12:35

1

O novo Conselho da Administração da Rádio e Televisão Cabo-verdiana (RTC) deverá ser conhecido em 30 dias. A Informação foi hoje avançada pela porta-voz da primeira reunião do recém-constituído Conselho Independente da RTC.

“Nesta primeira reunião, um dos objectivos foi conhecermo-nos entre nós, os membros que constituem o conselho independente, principalmente isto, mas também agendamos os conteúdos que irão ser tratados numa próxima reunião que será na quarta-feira”, disse Antonieta Pereira.

Na próxima reunião, conforme fez saber a porta-voz, o Conselho Independente vai trabalhar o regulamento interno da Comissão Independente e eleger os membros que irão constituir a mesa do Conselho Independente, bem como trabalhar as propostas para a indicação do Conselho de Administração da RTC, assim como do provedor de utente.

Antonieta Pereira informou ainda que o Conselho Independente tem, a partir de hoje, 30 dias para indicar os nomes das pessoas que irão constituir o Conselho de Administração da RTC.

“Entendemos alargar para a agenda do próximo encontro, tendo em conta a necessidade de nos conhecermos um pouco mais e eleger as pessoas que realmente irão constituir a mesa do Conselho Independente. Iremos eleger o presidente, o vice-presidente e o secretário”, afirmou.

Questionada se 30 dias será suficiente para eleger os três membros do Conselho de Administração, Antonieta Pereira assegurou que apesar do “período delicado” que o país enfrenta, o Conselho Independente irá tudo fazer e até mesmo solicitar assessoria técnica caso seja necessário.

Conselho Independente é formado por cinco membros: os jornalistas Daniel Medina e Antonieta Moreira, a investigadora Eurídice Monteiro, o engenheiro Fernando Jorge Tavares, da Associação Nacional de Municípios, e Humberto Elísio Conceição, em representação dos trabalhadores da RTC.

Com a aprovação dos Novos Estatutos da RTC, Decreto-Lei n.º 49/2019, de 12 de Novembro, a empresa passa a dotar de novos mecanismos de escolha dos membros dos órgãos sociais, que visa assegurar a total independência dos meios de comunicação social relativamente ao poder político.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,30 abr 2020 12:35

Editado porSara Almeida  em  8 fev 2021 23:21

1

pub.

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.