Cabo Verde vai triplicar capacidade de realização de testes

PorInforpress,29 mai 2020 8:38

Cabo Verde recebeu esta quinta-feira mais dois aparelhos para testes da COVID-19 e, por isso, vai triplicar a capacidade de resposta dos laboratórios de virologia, disse a presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP), Maria da Luz Lima.

“A capacidade vai triplicar, pelo menos, porque temos mais dois equipamentos que têm uma grande capacidade diagnóstica. Um ficará na Praia e outro será enviado para São Vicente. Posso dizer que estaremos capazes de fazer perto de 600 por dia”, afirmou.

Esta responsável falava à imprensa no aeroporto internacional da Praia, momentos antes de receber os aparelhos e um conjunto de equipamentos chegados num voo oriundo de Portugal e que também trouxe mais de 100 pessoas que irão para quarentena obrigatória nos hotéis, assegurado pelo Governo.

“Chegaram dois aparelhos para PCR-RT para reforçar a capacidade do laboratório de virologia e também reagentes e equipamentos de protecção individual. A chegada dos reagentes vai nos permitir a retomada da actividade do laboratório e aumentar muito mais a capacidade diagnóstica no País”, disse.

Maria da Luz Lima mostrou-se ainda expectante de que as actividades no Laboratório de Virologia da Praia, onde estão cerca de 400 amostras pendentes, retomassem ainda ontem.

“A equipa do laboratório de virologia já está a postos, se tudo correr bem, vai-se ainda hoje fazer o turno da noite e amanhã teremos resultados dos dias anteriores”, afirmou, acrescentando que as amostras pendentes serão divididas por dias e que se vai liberando à medida que os resultados são obtidos.

Por seu turno, o director do Gabinete de Serviços Farmacêuticos do Ministério da Saúde, Bruno Santos, acrescentou que chegou também na quinta-feira à ilha do Sal um avião da China trazendo material adquirido pelo Governo no âmbito do financiamento do Banco Mundial.

Conforme informou, chegaram desde viseiras a óculos, máscaras, fatos, toucas, cobre-sapatos, dentre outros.

“Pensamos que iremos ter um stock razoável para, no mínimo, seis meses”, referiu Bruno Santos, completando que os equipamentos serão distribuídos para todas as estruturas de Saúde.

Neste mesmo voo veio também material para a Protecção Civil. Estes equipamentos, segundo disse este responsável, deverão chegar este fim-de-semana à cidade da Praia.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Inforpress,29 mai 2020 8:38

Editado porSara Almeida  em  4 dez 2020 23:21

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.