Governo pretende estabelecer preço dos testes PCR nos laboratórios públicos em 11 mil escudos

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,18 set 2020 7:46

2

O ministro da Saúde e Segurança Social, Arlindo do Rosário, avançou esta quinta-feira, na ilha do Maio, que o Governo pretende estabelecer, ainda esta semana, o preço máximo dos testes PCR nos laboratórios públicos em 11 mil escudos.

Segundo Arlindo do Rosário, o Governo já decidiu, pelo que entre ontem e hoje, vai sair uma portaria conjunta, assinada entre o Ministério da Saúde e o Ministério das Finanças, que vai estipular o preço máximo dos testes PCR (Polymerase Chain Reaction) à covid-19, nos laboratórios públicos em 11 mil escudos. O ministro relembra, entretanto, que existe um grupo bem identificado de pessoas que ficam isento do pagamento do mesmo.

“Isso representa um esforço da parte do Governo para tentar subsidiar a realização de testes, tendo em conta que são testes destinados a viagens”, frisou, lembrando que se for um caso suspeito de covid-19, o mesmo será gratuito, pelo que defendeu não existir nenhuma razão para a oposição estar a levantar “polémica” sobre o preço em vigor considerando-o de elevado.

A "polémica", recorde-se, prende-se com os preço máximo, ou seja, como o nome indica, o máximo que pode ser cobrado em Cabo Verde por um teste, e visa particularmente regular o sector privado nesse aspecto. O Preço máximo do teste foi fixado em 14 mil escudos pela Entidade Reguladora de Independente da Saúde (ERIS), e considerado muito elevado pela oposição e parte da sociedade civil.

Neste particular, o ministro lembrou que e o preço estipulado pela ERIS é metade do que vem sendo aplicado nos países europeus, pelo mesmo tipo de teste.

Arlindo do Rosário pediu “muita calma” na análise deste problema, tendo em conta que, segundo ele, se está a precaver a sustentabilidade do sistema, para que em caso for necessário a realização de um teste PCR a um paciente sem condições, que o mesmo seja feito sem nenhum constrangimento.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,18 set 2020 7:46

Editado porSara Almeida  em  31 out 2020 7:19

2

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.