COVID-19: Bebé de paciente do Sal transferida para São Vicente testou negativo

PorAndre Amaral,3 jun 2020 18:06

Informação foi confirmada hoje pelo Director Nacional de Saúde, Artur Correia, no dia em que mais 11 casos de infecção por COVID-19 foram confirmados na Praia.

Na conferência de imprensa diária sobre a evolução da pandemia de COVID-19 em Cabo Verde, Artur Correia anunciou que o bebé da paciente que tinha sido evacuada do Sal para São Vicente "já fez o primeiro teste e deu negativo", havendo assim a possibilidade de não ter havido transmissão da doença da mãe para o bebé.

"Estão de óptima saúde, felizmente", disse Artur Correia que acrescentou que um segundo teste "vai ser feito para reconfirmar" que não houve transmissão.

A transmissão da doença em Cabo Verde e no mundo tem sido alvo de diversos estudos e uma das mais recentes teorias aponta para a existência de pessoas que os cientistas designam de supercontagiadores.

Uma investigação recente, de investigadores espanhóis, revela que há pessoas com elevada sensibilidade à transmissão do vírus "que são capazes de transmitir o coronavírus a 20 ou 30 pessoas" quando o normal será um rácio de 1 para 2.

Questionado sobre este tema, Artur Correia confirmou que em Cabo Verde "há mais do que um".

"Estamos a ultimar, na sexta-feira a Direcção Nacional vai receber um grupo de técnicos de saúde da delegacia da Praia, e vão-nos apresentar um estudo dessa rede dos COVID positivos primários e, cada um, com a sua rede de contágio e vamos constatar que há mais do que um. Cada um no seu grau, temos essa noção e a partir dessa apresentação vamos ter uma ideia disso", explicou acrescentando ainda que "isto é importante para calcularmos o número de dias que vão passando de uma infecção a outra. Quantos dias demora um doente a infectar outra pessoa. Isso vai ajudar-nos a perceber a dinâmica da epidemia".

Quanto aos casos assintomáticos, o Director Nacional de Saúde referiu que este tipo de casos são "a maior gravidade", porque, explicou, "são casos que não têm sintomas, eles próprios não sabem se são positivos e representam um perigo enorme para a contagiosidade na comunidade".

Artur Correia, ainda em relação a este tema dos casos assintomáticos, disse que é "impossível saber, conhecer todos dos casos assintomáticos, mas como já disse vamos fazer um estudo de seroprevalência na comunidade para termos uma percepção de como estará o peso da circulação do vírus na comunidade e tomarmos as medidas em consequência nas diferentes ilhas do país".

Já relativamente a números Artur Correia referiu que hoje foram assinalados seis casos suspeitos de infecção, "um na Praia, um no Sal e quatro no Tarrafal de Santiago". Além destes, o Director Nacional de Saúde referiu os 11 casos positivos que foram anunciados hoje de manhã e que, actualmente, há 232 pessoas internadas. Casos recuperados são 238, havendo ainda a registar 986 pessoas colocadas em quarentena.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,3 jun 2020 18:06

Editado porSara Almeida  em  22 set 2020 23:20

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.