Coronavírus: O dia em revista

PorSheilla Ribeiro,4 jun 2020 19:18

Com o surgimento de mais 25 infectados por COVID-19 no país, 18 na Praia e sete em Santa Cruz, o país contabiliza agora 502 casos de coronavírus. O número de doentes activos voltou a ultrapassar o número de recuperados.

Na conferência de imprensa diária sobre a situação epidemiológica no país, Artur Correia revelou que há dois casos importados do Brasil.

"São pessoas que estavam confinadas num dos hotéis da capital e que sentiram sintomas. Foram inspeccionadas pelos médicos da Delegacia da Praia e, depois, foi feito o teste PCR e detectada a presença do vírus da COVID-19. Estão em isolamento", esclareceu o director Nacional da Saúde.

Por sua vez, a presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública, Maria da Luz Lima, destacou que o estudo de seroprevalência da COVID-19 "vai ser realizado em todos os concelhos do país" e vai abranger todos escalões etários dos 10 aos 80 anos.

Após quase três meses encerrado, a secção consular da embaixada de Portugal em Cabo Verde vai retomar os serviços de atendimento presencial a partir de segunda-feira, com adaptações tendo em conta a pandemia do novo coronavírus.

Os utentes só serão admitidos nas instalações da embaixada na hora do agendamento prévio e deverão seguir as regras de segurança, designadamente quanto ao uso de máscara de proteção.

Cabo Verde autorizou cerca de 470 milhões de escudos (4,2 milhões de euros) em créditos ao abrigo das medidas de financiamento disponibilizadas às empresas para fazer face aos feitos da COVID-19 e pagou a cerca de 12 mil trabalhadores ao abrigo do ‘lay-off’.

A informação foi avançada à Lusa, esta quarta-feira pelo vice-primeiro-ministro, Olavo Correia, que considerou que as medidas de apoio ao setor empresarial estão a ser implementadas “com sucesso”, apesar de “algumas restrições” no início devido ao contexto.

Em declarações ao Expresso das Ilhas o presidente do Conselho Fiscal das Agências de Viagens e Turismo (AAVT), Edmilson Mendonça, disse que as agências de viagens nacionais não vão fazer o reembolso dos bilhetes de viagem aos passageiros que não conseguiram viajar por causa da COVID-19. Entretanto, irão permitir a reutilização dos bilhetes num período de um ano.

Edmilson Mendonça admitiu ainda que as dificuldades das agências são “grandes”, pelo facto de dos aeroportos estarem fechados há quase três meses.

A MOAVE vai receber uma compensação para evitar subida do preço da farinha. Segundo uma informação avançada no Boletim Oficial publicado ontem, apesar de a situação ser "estável no país", tem-se vindo a verificar um aumento gradual dos preços de importação de cereais.

Entretanto, os moldes da compensação a ser recebida pela MOAVE, ainda serão discutidos entre o Ministério das Finanças e os representantes da empresa.

A African Culture Fund (Fundo Africano de Cultura) lançou um fundo de solidariedade destinado aos artistas africanos afectados pela pandemia da COVID-19. As candidaturas podem ser apresentadas até 30 deste mês, e estão divididas em duas categorias, sendo a primeira para pedidos de subvenções, para artistas ou criadores em situação de vulnerabilidade perante a crise da COVID-19. Os pedidos estão relacionados com subsídios alimentares, subsídios à saúde e subsídios profissionais.

COVID-19 no Mundo

Os testes com o medicamento hidroxicloroquina para tratar a COVID-19 vão continuar, segundo a Organização Mundial da Saúde.

A agência de saúde havia decidido suspender a análise devido ao número de óbitos relacionados ao remédio em pacientes da pandemia, mas repensou a medida. Os testes estão sendo coordenados pelo Grupo Executivo do Ensaio Solidariedade.

Durante uma entrevista a jornalistas, o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, contou que a comissão examinadora não considera a taxa de mortalidade uma razão para suspender os testes da cloroquina. No total, mais de 200 medicamentos estão sendo analisados para determinar a eficácia no tratamento do novo coronavírus.

O Brasil confirmou na quarta-feira mais 1.349 mortes pelo novo coronavírus, novo recorde de notificação em 24 horas.

Números mundiais

Ao fim da tarde desta quinta-feira registavam-se 6,641,108 casos de infecção dos quais 3,205,512 recuperados. 389,995 pessoas morreram devido ao novo coronavírus.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,4 jun 2020 19:18

Editado porSara Almeida  em  16 jul 2020 15:19

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.