Coronavírus: O dia em revista

PorExpresso das Ilhas,15 jun 2020 18:45

Cabo Verde regista mais uma vítima mortal. Trata-se de um doente de 41 anos que padecia de outras doenças como diabetes e fazia hemodiálise. O paciente é de São Domingos. Esta informação foi avançada hoje, pelo Director Nacional de Saúde, Artur Correia, na habitual conferência de imprensa sobre a COVID-19 no país.

Artur Correia corrigiu os dados divulgados hoje de manhã, e com isso dos nove casos confirmados, cinco são da Praia (não seis como foi anunciado), dois em Santa Cruz, um São Domingos e um em Santa Catarina.

Segundo disse, a ilha na Boa Vista a situação está mais ou menos controlada e não há casos autóctones há várias semanas. Na ilha de Santiago enfrenta-se a epidemia não só no concelho da Praia, mas também o foco em Santa Cruz.

Nas ilhas mais a sul, assegurou, Fogo, Brava e Maio estão sem nenhum caso. A norte, a ilha de São Vicente tem os três casos inicialmente relatados e casos importados, a partir da ilha do Sal.  Santo Antão sem nenhum caso autóctone, mas importados da ilha do Sal, dado a forte ligação que existe entre Santo Antão e o Sal.

Em São Nicolau há dois casos importados de uma família da ilha do Sal que foi passar férias em São Nicolau. Também há um foco importante na ilha do Sal.

Em Cabo Verde a taxa de recuperados é de 88%. Artur Correia sublinhou que a cidade da Praia não tem registado aumentos bruscos de COVID-19.

COVID no Mundo

O número de mortes por COVID-19 em África subiu para 6.464, mais 220 nas últimas 24 horas, em cerca de 242 mil casos, segundo os dados mais recentes sobre a pandemia no continente.(Africa21digital)

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de infectados subiu de 232.815 para 242.105, mais 9.290 nas últimas 24 horas.

Já o número de recuperados é de 109.977, mais 3.518. A África Austral é a que regista um maior número de casos (73.635), e 1.515 mortos, a grande maioria concentrada na África do Sul, o país com mais casos em todo o continente, e que passou hoje as 70 mil infecções (70.038) e onde há 1.480 vítimas mortais.

O Norte de África continua a liderar no total de mortes: 2.698, contabilizando 67.607 infecções.

A África Ocidental regista 952 mortos e passou hoje os 50 mil casos (51.267), a África Oriental tem 825 vítimas mortais e 26.661 casos, enquanto na África Central há 474 mortos em 22.935 infecções.

O Egipto é o país com mais mortos (1.575) em 44.598 infecções, seguindo-se a África do Sul e depois a Argélia, com 767 vítimas mortais e 10.919 infectados.

Entre os cinco países mais afectados, está também a Nigéria, com 420 mortos e 16.085 infectados, e o Gana, com 54 mortes em 11.964 infecções.

Entre os países africanos lusófonos, a Guiné-Bissau é o que tem mais infecções e mortes, com 1.460 casos, registando 15 vítimas mortais.

São Tomé e Príncipe contabiliza 659 casos e 12 mortos. Moçambique conta 583 doentes infectados e dois mortos e Angola tem 140 casos confirmados de COVID-19 e seis mortos.

A Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), regista 1.664 casos e 32 mortos, de acordo com o último relatório do Governo daquele país.

O primeiro caso de COVID-19 em África surgiu no Egipto em 14 de Fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infecção, em 28 de Fevereiro.

O Ministério da Saúde espanhol informou hoje que 25 pessoas morreram na última semana com COVID-19, mas manteve pelo nono dia consecutivo o número total de óbitos em 27.136 ocorridos desde o início da pandemia. De acordo com as autoridades sanitárias do país, houve 40 novos casos detectados com a doença nas últimas 24 horas, diagnosticados com o teste PCR, elevando para 244.109 o total de infectados pelo novo coronavírus desde que começou a pandemia. (Lusa)

Portugal conta com 37036 casos confirmados, 22852 recuperados e 1520 óbitos, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direcção-Geral da Saúde.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (115.732) e mais casos de infecção confirmados (quase 2,1 milhões).

Seguem-se o Brasil (43.332 mortes, mais de 867 mil casos), Reino Unido (41.698 mortos, mais de 295 mil casos), a Itália (34.345 mortos, quase 237 mil casos), a França (29.398 mortos, mais de 193 mil casos) e a Espanha (27.136 mortos, mais de 243 mil casos).

A pandemia de COVID-19 já provocou mais de 433 mil mortos e infectou mais de 7,9 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP. 

Anteriores:

16/03/2020 | 17/03/2020 | 18/03/2020 | 19/03/2020 | 20/03/2020 | 21/03/2020 | 22/03/2020 | 23/03/2020 | 24/03/2020 | 25/03/2020 | 26/03/2020 | 27/03/2020 | 28/03/2020 | 29/03/2020 | 30/03/2020 | 31/03/2020 | 01/04/2020 | 02/04/2020 | 03/04/2020 | 04/04/2020 | 05/04/2020 | 06/04/2020 | 07/04/2020 | 08/04/2020 | 09/04/2020 | 10/04/2020 | 11/04/2020 | 12/04/2020 | 13/04/2020 | 14/04/2020 | 15/04/2020 | 16/04/2020 | 17/04/2020 | 18/04/2020 | 19/04/2020 | 20/04/2020 | 21/04/2020 | 22/04/2020 | 23/04/2020 | 24/04/2020 | 25/04/2020 | 26/04/2020 | 27/04/2020 | 28/04/2020 | 29/04/2020 | 30/04/2020 | 01/05/2020 | 02/05/2020 | 03/05/2020 | 04/05/2020 | 05/05/2020 | 06/05/2020 | 07/05/2020 | 08/05/2020 | 09/05/2020 | 10/05/2020 | 11/05/2020 | 12/05/2020 | 13/05/2020 | 14/05/2020 | 15/05/2020 | 16/05/2020 | 17/05/2020 | 18/05/2020 | 19/05/2020 | 20/05/2020 | 21/05/2020 | 22/05/2010 | 23/05/2020 | 24/05/2020 | 26/05/2020 | 27/05/2020 | 28/05/2020 | 29/05/2020 | 30/05/2020 | 31/05/2020 | 01/06/2020 | 02/06/2020 | 03/06/2010 | 04/06/2020 | 05/06/2020 | 06/06/2020 | 07/06/2020 | 08/06/2020 | 09/06/2020 | 10/06/2020 | 11/06/2020 | 12/06/2020 | 13/06/202014/06/2020

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,15 jun 2020 18:45

Editado porSara Almeida  em  20 set 2020 23:20

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.