Coronavírus: O dia em revista

PorExpresso das Ilhas,7 abr 2020 19:02

Há dois dias que não surgem novos casos suspeitos e o resultado aos dois exames pendentes, dois casos da Boa Vista, deu negativo. Contudo, alertam as autoridades sanitárias, as boas notícias não podem ser motivo para baixar a guarda.

ponto de situação sobre a COVID-19 em Cabo Verde foi feito, como habitualmente, pelo Director Nacional de Saúde, Artur Correia, que adiantou que na próxima sexta-feira, durante uma reunião a agendar com os jornalistas, serão partilhados dois estudos sobre a eventuais cenários para a evolução da doença no país.

Entretanto, estão a ser levadas a cabo acções de desinfecção das localidades, para prevenir a propagação do coronavírus. Na Boa Vista, a campanha chegou já a Povoação Velha, Estância de Baixo, centro de Sal Rei e também ao bairro de Boa Esperança.

Também em  São Vicente, que registou o último dos sete casos diagnosticados com COVID-19 em Cabo Verde, está a ser alvo de uma campanha semelhante. Esta é primeira fase da campanha de higienização de ruas e bairros da ilha. A sua continuidade “vai depender da evolução da situação”, diz a CMSV.

Cabo Verde está hoje no seu décimo dia de estado de emergência, ou seja, a meio do mesmo. Com todas as hipóteses em aberto, o Presidente da República está já a avaliar a situação, através de diversos contactos e consultas, para poder tomar uma posição “sobre a prorrogação ou não do estado de excepção ora vigente no país, nos termos constitucionais”. Jorge Carlos Fonseca partilhou estas considerações na sua página de Facebook. Os próximos dias deverão ser decisivos nessa tomada de posição. 


COVID-19 no Mundo

O director-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, anunciou que a OMS iria emitir novas directrizes sobre o uso de máscaras em público para apoiar os países que decidiram implementar o seu uso mais generalizado. Apesar dessa abertura, manifestou expressamente as suas reservas. Um parecer da organização que lidera, conhecido hoje, reiterou o “não” ao uso generalizado de máscaras, reforçando que só devem ser usadas por alguns grupos específicos. Assim, a nova avaliação da OMS sobre as máscaras repete basicamente o que já havia sido dito anteriormente. (Público) Basicamente, mantém-se a indicação de que as máscaras sejam usadas pelas pessoas infectadas e sintomáticas. Quanto às outras, o mais importante é a higienização e confinamento. Não que não possam usar máscaras, que até são aconselhadas em comunidades onde o distanciamento social é difícil. Mas esse uso, por si só, em geral, não evita a propagação. Pode aliás ter o efeito perverso de uma falsa sensação de segurança. (Veja mais recomendações, aqui aqui)

Há pouco falamos em estudos que serão partilhados pelo DNS. Lembra-se de um relatório publicado em finais do ano passado que classificava os Estados Unidos como o país mais bem preparado para combater uma eventual pandemia? Falámos dele aquiaqui. O estudo terá tido os seus critérios válidos, mas a realidade tem mostrado que os EUA, com mais de 350.000 infectados e 10.000 mortos, são já o país mais afectado pela COVID-19. Como aponta o NYT, os EUA tem mais casos confirmados de infecção do que os seguintes três países mais flagelados pela pandemia: Espanha, Itália e China... (NYT). E também já morreram mais pessoas em Nova Iorque devido ao novo coronavírus do que no 11 de Setembro. (SIC notícias)

Para Trump, a OMS tem responsabilidades no descalabro. O presidente diz mesmo que a organização "realmente estragou tudo”.

image

“A OMS realmente estragou tudo. Por alguma razão, financiada em grande parte pelos Estados Unidos, mas muito centrada na China. Vamos dar uma boa olhadela a isso. Felizmente, rejeitei os seus conselhos no sentido de manter as nossas fronteiras abertas à China desde o início. Porque é que nos deram uma recomendação tão deficiente?”, escreveu o presidente, no Twitter.

O Reino Unido, em segundo lugar no referido relatório, enfrenta também um aumento exponencial de casos, incluindo o primeiro-ministro, Boris Johnson, que deu entrada no início desta semana nos Cuidados Intensivos. O país conta já com mais de 55 mil infectados e mais de 5 mil mortes.

Números

Ao fim da tarde desta terça-feira, contabilizavam-se 1.397.312 casos de infecção em todo o mundo (1.329.305, ontem), 298.513 dos quais recuperados (277.640, ontem). O número de mortes é 80.933 (73.842, ontem).

(fonte: https://coronavirus.thebaselab.com/ às 17h30 de dia 07/04)

Sugestão do dia

Não terá muito a ver com Cabo Verde, mas este trabalho do jornal Público, que reúne gráficos de várias áreas, mostrando o que mudou com a paragem forçada da vida “normal”. E mudou muito...

Para ver, aqui.

image

Anteriores:

16/03/2020 | 17/03/2020 | 18/03/2020 | 19/03/2020 | 20/03/2020 | 21/03/2020 | 22/03/2020 | 23/03/2020 | 24/03/2020 | 25/03/2020 | 26/03/2020 | 27/03/2020 | 28/03/2020 | 29/03/2020 | 30/03/2020 | 31/03/2020 | 01/04/2020 | 02/04/202003/04/202004/04/202005/04/202006/04/2020

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,7 abr 2020 19:02

Editado porSara Almeida  em  6 jun 2020 23:20

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.