Coronavírus: O dia em revista

PorSara Almeida,25 mar 2020 17:47

Mais um caso de infecção por coronavírus, também importado, em Cabo Verde. O paciente é um cidadão nacional, de 43 anos, que vive na cidade da Praia e voltou recentemente de uma viagem a França, tendo passado também por Portugal.

O primeiro caso na capital do país, que alberga cerca de 170 mil habitantes, foi confirmado hoje de manhã na conferência de Imprensa diária sobre a COVID-19. O gabinete de crise reuniu logo após o anúncio e as medidas que forem decididas para Santiago, na sequência deste caso, serão anunciadas em Declaração do Primeiro-Ministro ao país, amanhã.

Sobre o caso positivo para coronavírus, o paciente terá chegado no dia 18, e entrado em quarentena voluntária. Seguido pela Delegacia de Saúde, quando começou a apresentar sintomas compatíveis com a COVID-19, foi internado no Hospital Agostinho Neto. Tem um quadro clínico estável e não apresenta sintomas severos da doença.

Na conferência de imprensa foi também avançado que o cidadão inglês, falecido na Boa Vista, foi a enterrar na ilha. A turista holandesa seria repatriada hoje, avançou também o ministro da Saúde.

Falando em repatriamento, já chegaram ao país 270 cabo-verdianos, provenientes dos EUA, Portugal e Brasil. Estão agora em quarentena em hotéis preparados para o efeito. Falamos com alguns deles e também com um cidadão nacional “retido” em Lisboa. Leia aqui.

As medidas de apoio à economia, em geral, e aos trabalhadores, em particular, anunciadas ontem pelo governo, após a reunião extraordinária do Conselho de Concertação Social, estão a ser aplaudidas em vários quadrantes. A Rádio Morabeza falou com o presidente da Câmara de Comércio de Barlavento, Belarmino Lucas. Pode ler a entrevista, convertida em notícia, aqui.

Entretanto, na ilha do Sal, há já vários hotéis fechados e, muito em breve, a suspensão deve ser total. Também aí, as medidas são recebidas com contentamento.

Nota ainda para as novas regras para os funerais. Os funerais de pessoas infectadas com coronavírus devem reunir no máximo 20 pessoas, diz Artur Correia. Quanto aos restantes funerais, a recomendação é que se evitem “aglomerados”.

Covid-19 no Mundo

Com cerca de 50.000 casos nos EUA, a administração Trump avançou que planeia usar a sua autoridade, sob uma lei de produção em tempo de guerra que é usada pela primeira vez, para ordenar a produção de 60.000 kits de teste. (NYT)

A Directora Geral da Saúde de Portugal afirma que não há evidência científica de que as desinfeções de vias e espaços públicos sejam eficazes contra o contágio pelo novo coronavírus e “portanto não é uma medida que se recomende". Para Graças Freitas "o que vai travar a COVID-19 é estarmos distantes uns dos outros” (SIC)

Em Itália as regras de quarentena são rígidas, mas os italianos arranjam maneira de as contornar. É permitido sair para passear o cão. Assim, alguns italianos arrendam os cães dos vizinhos, ou levam cães falsos, de modo a poder apanhar ar fresco. (Politico)

Números

Até às 17h desta quarta-feira, contabilizavam-se 452.285 casos de infecção em todo o mundo (407.721, ontem), 113.094 dos quais recuperados (104.714, ontem). O número de mortes é 20.494 (18.250, ontem).

(fonte: https://coronavirus.thebaselab.com/ às 17h00 de dia 25/03)

Hoje de manhã era anunciado que, depois da Itália, também a Espanha, com 3434 mortos, ultrapassava a China no número de óbitos provocados pela COVID-19. A Europa é agora o epicentro incontestável da doença, mas vários especialistas apontam que os EUA serão os próximos...

Também hoje foram confirmados os primeiros dois casos de COVID-19 na Guiné-Bissau.

Informação útil

A pandemia causada pelo coronavírus impôs o distanciamento social... físico. Computadores, tablets e smartphones continuam a ser - talvez ainda mais do que anteriormente - fundamentais para tudo, desde o trabalho (teletrabalho) como para os contactos interpessoais. Mas também estes equipamentos podem ser fonte de contágio. Assim, as principais marcas do sector deixam algumas recomendações para a desinfecção dos aparelhos.

  • 1 - Lave as mãos
  • 2 - Desligue o equipamento
  • 3 - Não lavar com álcool etílico. Nos aparelhos deve ser usado álcool isopropílico.
  • 4 - (Obviamente) não pôr água diretamente em cima dos aparelhos. Nem lixívia.
  • 5 - Limpe com um pano macio. Não use toalhas ou papel absorvente.
  • 6 - Humedeça o pano, passe suavemente no equipamento e tenha cuidado com os orifícios, nomeadamente a entrada do cabo para auriculares.
  • 7 - As capas dos aparelhos podem ser lavadas com água e sabão (se ainda não tem capa é uma boa altura para comprar).
  • 8 - No fim, lave as mãos.

Sugestão do Dia

A terminar, partilhamos um cartoon de El Roto, publicado pelo El País.

image

Resumos Anteriores:

16/03/2020 | 17/03/2020 | 18/03/2020 | 19/03/2020 | 20/03/2020 | 21/03/2020 | 22/03/2020 | 23/03/202024/03/2020

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sara Almeida,25 mar 2020 17:47

Editado porSara Almeida  em  29 mai 2020 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.