Coronavírus: O dia em revista

PorSara Almeida,27 mai 2020 19:12

Cabo Verde regista hoje o segundo dia sem testes à COVID-19. Em causa, reagentes deteriorados, conforme explicou a presidente do INSP, na conferência de imprensa diária.

Quase 300 amostras estão, neste momento, em espera, aguardando a nova realização dos testes de forma a assegurar a fiabilidade dos resultados. Ainda não se sabe a origem dos testes deteriorados. Entretanto, conforme avançou Maria da Luz Lima, "já foram adquiridos mais reagentes e testes e equipamentos de PCR que chegarão em breve a Cabo Verde". A divulgação de resultados deverá recomeçar então, em breve. 

Não há resultados, mas há um ponto de situação: hoje registam-se quatro casos suspeitos, todos na Praia e estão internadas 229 pessoas. Não há novos recuperados a assinalar. Há uma paciente cujo estado de saúde é grave, mas que "não apresentou uma evolução de maior gravidade", como apontou, por seu turno Jorge Barreto, Director do Serviço de Prevenção e Controlo de Doenças. Mais informação sobre a conferência de hoje, aqui.

Hoje foi dia de sessão plenária, com debate com o Primeiro-ministro sobre o mundo rural. No seu discurso, Ulisses Correia e Silva relembrou a boa performance económica do país antes da pandemia, mas também a seca severa garantindo que “programas de emergência para mitigação dos efeitos da seca foram concebidos e têm sido implementados”.  O MpD está satisfeito com a actuação do governo, e sublinha que se não fosse os três anos de seca e a crise causada pelo novo coronavírus, os resultados das políticas governamentais para o mundo rural, seriam bem melhores. Já o PAICV e a UCID pedem mais. Para o PAICV os quatro anos em que o MpD esteve no Governo terão sido uma “oportunidade perdida” para o sector e a UCID, por sua vez, pediu “maior atenção” ao mesmo

Já no período da tarde, Ulisses Correia e Silva avançou com os números das medidas de mitigação do impacto económico da COVID-19. Segundo disse, a implementação do 'lay-off' impediu que mais de 12.762 trabalhadores fossem para o desemprego. Desses,11.538 já receberam pagamento (35% do salário pago pelo INPS). Mais dados aqui.

Amanhã o presidente da República reúne-se com o governo "para avaliação da situação da epidemia" de COVID-19 no país, e, "concretamente, na ilha de Santiago”. Além da análise ao período de Estado de Emergência, que termina às 24h00 de sexta-feira, o encontro com o governo servir para "projectar a fase seguinte, nesta batalha que exige perseverança, sentido de responsabilidade de cada um de nós e paciência", escreveu Jorge Carlos Fonseca numa nota publicada no Facebook.

Mais uma iniciativa para ajudar a aliviar o peso do confinamento: A Garantia Seguros associou-se ao grupo Ferro Gaita e juntos vão apresentar o projecto “Lembra Tempo”. São quatro vídeos originais que serão difundidos a 30 de cada mês, durante quatro meses. 

COVID-19 no Mundo

A Comissão Europeia lançou hoje o seu aguardado plano de recuperação económica pós-pandemia. Ursula von der Leyen aposta numa fórmula que combina auxílios não reembolsáveis e empréstimos reembolsáveis, uma combinação destinada a satisfazer os países mais afectados pela crise, como a Itália e a Espanha, e os chamados países frugais (Países Baixos, Áustria, Suécia e Dinamarca). (El País)

A pandemia e confinamento trouxeram uma consequência boa relatada em vários países: a diminuição de alguns tipos dos crimes. Contudo, como aponta o The New Times, há um tipo de novo crime que tem aumentado: empunhar o vírus como uma arma. Os agentes da polícia do Michigan relataram ter sido cuspidos por pessoas que afirmam ter o Covid-19 e pelo menos um caso de um suspeito ter lambido uma janela de um carro da polícia na esperança de espalhar o vírus. (NYT)

Também no NYT, o Egipto, onde a morte de um jovem médico a quem foi recusado tratamento para o Covid-19 num hospital sobrecarregado desencadeou uma revolta por parte do pessoal médico devido à incapacidade do governo em fornecer equipamento de protecção e formação aos trabalhadores da linha da frente. Pelo menos 19 médicos morreram e mais de 350 foram infectados, dizem os médicos, mas, uma vez que os testes são limitados, o número real pode ser superior. (NYT)

Números mundiais

Ao fim da tarde desta quarta-feira registavam-se 5,743,800 casos de infecção (5,646,287 ontem) dos quais 2,470,883 recuperados (2,408,746 ontem). Já 354,886 pessoas morreram devido ao novo coronavírus (350,141 ontem).

(fonte: https://coronavirus.thebaselab.com/ às 18h32 de dia 27/05)

Sugestão do dia

image

image

Mesmo vazias, durante o confinamento, as ruas um pouco por todo mundo foram usadas como tela. O Público compilou alguns graffittis da pandemia, como estes, o primeiro no Rio de Janeiro, o segundo em Dakar. Veja mais aqui.

Anteriores:

16/03/2020 | 17/03/2020 | 18/03/2020 | 19/03/2020 | 20/03/2020 | 21/03/2020 | 22/03/2020 | 23/03/2020 | 24/03/2020 | 25/03/2020 | 26/03/2020 | 27/03/2020 | 28/03/2020 | 29/03/2020 | 30/03/2020 | 31/03/2020 | 01/04/2020 | 02/04/2020 | 03/04/2020 | 04/04/2020 | 05/04/2020 | 06/04/2020 | 07/04/2020 | 08/04/2020 | 09/04/2020 | 10/04/2020 | 11/04/2020 | 12/04/2020 | 13/04/2020 | 14/04/2020 | 15/04/2020 | 16/04/2020 | 17/04/2020 | 18/04/2020 | 19/04/2020 | 20/04/2020 | 21/04/2020 | 22/04/2020 | 23/04/2020 | 24/04/2020 | 25/04/2020 | 26/04/2020 | 27/04/2020 | 28/04/2020 | 29/04/2020 | 30/04/2020 | 01/05/2020 | 02/05/2020 | 03/05/2020 | 04/05/2020 | 05/05/2020 | 06/05/2020 | 07/05/2020 | 08/05/2020 | 09/05/2020 | 10/05/2020 | 11/05/2020 | 12/05/2020 | 13/05/2020 | 14/05/2020 | 15/05/2020 | 16/05/2020 | 17/05/2020 | 18/05/2020 | 19/05/2020 | 20/05/2020 | 21/05/2020 | 22/05/2010 | 23/05/2020 | 24/05/202026/05/2020

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sara Almeida,27 mai 2020 19:12

Editado porSara Almeida  em  25 set 2020 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.