Coronavírus: O dia em revista

PorSara Almeida,23 abr 2020 19:41

Com nove casos novos de COVID-19 confirmados, a cidade da Praia tem mostrado um aumento exponencial na expansão do coronavírus, agora em transmissão comunitária. São já 28 casos, na capital, e 82 a nível nacional. Até agora, apesar dos crescentes números, a pressão nos hospitais é pouca, na medida em que se tratam de casos com sintomas leves ou assintomáticos.

Todos os casos encontram-se concentrados em três ilhas, Boa Vista (52), Santiago (29) e São Vicente (1). Em todo o país há 327 pessoas em quarentena domiciliar. Hoje, foram registados "oito [novos] casos suspeitos na Praia e um na Boa Vista" e falta saber o resultado das amostras do Sal, ilha onde ainda não se registou nenhum caso. É de salientar ainda que nos últimos três dias, "não foram identificados casos positivos da doença em nenhum outro concelho no país”, que não a Praia, como avançou em comunicado o Ministério da Saúde.

A residência estudantil da Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde (EHTCV) é, como relata a Inforpress o local escolhido para acolher pessoas infectadas pelo novo coronavírus, na Cidade da Praia, estando já no espaço 11 pacientes assintomáticos. O espaço tem capacidade para 186 pessoas.

A dia 23 de Abril, comemora-se o Dia do professor cabo-verdiano, em homenagem ao "Substantivamente Professor, adjectivamente Advogado" (como apelida o professor Brito-Semedo neste artigo) Baltasar Lopes. Também esta comemoração é dominada pela COVID-19, com o Presidente da República a manifestar a sua confiança em como os professores, "pedra angular do sistema ao serviço das pessoas e da colectividade", "encontrarão o caminho para continuarem a ser o veículo privilegiado de transmissão de conhecimento a todos os seus alunos", nesta fase tão complexa. A ministra da Educação exaltou a entrega profissional e afectiva à causa educativa, dos professores neste momento, "o trabalho, ainda que, neste momento, em casa, silencioso, resiliente e inovador com os seus alunos (...) no ritmo acelerado que a crise impõe". E o SINDEP a lamentar que este ano o dia do professor seja assinalado num contexto difícil, pela pandemia e devido a "injustiças que a classe tem enfrentado".

Hoje, a agenda do Presidente da República foi marcada por duas reuniões. A primeira, por videoconferência, foi com outros Chefes de Estado e de Governo da Comunidade de Países da África Ocidental (CEDEAO). O tema, claro, foi o combate à pandemia da COVID-19 na região.

Cabo Verde pediu um “olhar especial” para o país, que é particularmente vulnerável aos impactos económicos. 

O outro foi com o governo e autoridades de saúde, como vista à avaliação da segunda fase do estado de emergência, que em seis ilhas de Cabo Verde (as que não têm casos confirmados de COVID-19) termina no próximo domingo. O levantamento das restrições, como já avançou o Primeiro-ministro, deverá ser gradual.

O mundo da aviação é um dos mais afectados pela pandemia. A Cabo Verde Airlines, como praticamente todas as outras companhias do mundo, tem a frota parada. No seu caso, desde 18 de Março. As perdas de receitas colocaram a companhia em incumprimento com o Billing and Settlement Plan (BSP) da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), e esta anunciou a suspensão da CVA no sistema.

As perdas são severas para a CVA, mas também para todas as outras companhias. Só na aviação africana, estima a IATA, as perdas podem chegar até aos 6 mil milhões de dólares (em relação a 2019). O tráfego deve cair para metade. O comunicado também fala de Cabo Verde em particular. O país, segundo as estimativas daquela organização internacional, deverá receber "menos 2,2 milhões de passageiros, o que resulta numa perda de receitas de 0,2 mil milhões de dólares" que se pode traduzir "na perda de 46 700 postos de trabalho" e numa diminuição da contribuição para o PIB na ordem "de 0,48 mil milhões de dólares".

COVID-19 no Mundo

As companhias aéreas já estão a ver soluções para minimizar os danos, planeando como voltar a voar em tempos de pandemia. Menos passageiros, afastados entre si; ou redução dos serviços de alimentação a bordo; testes aos passageiros; uso obrigatório de máscaras, estão entre as medidas pensadas (ABC). 

De entre as soluções avançadas por algumas companhias há três coisas que o Observador salienta como certas: vai haver mudanças, os voos vão ficar mais caros, e os aviões vão ter menos pessoas.

O jornal online português cita também a CNN, que conta que no aeroporto do Dubai já começaram a fazer testes rápidos de sangue aos passageiros para saber se tinham ou não COVID-19. Obrigatoriedade do uso de máscaras e proibição da bagagem de mão estão entre outras medidas da Emirates. 

A União Europeia está a estudar como sair da crise provocada pela pandemia. Hoje , o Conselho Europeu reuniu-se por videoconferência e há consenso em relação à criação urgente de um “Fundo de Recuperação Europeu”. (Público). Mas não sobre como irão os Estados-membros aceder à ajuda europeia para a recuperação económica.

A Comissão Europeia propõe um valor de mais de 1,5 biliões de euros, para esse fundo (El País). O que é apoiado pelos ibéricos (RTP). 

Quanto às mudanças previstas para o quadro plurianual 2021/27, a proposta da Comissão é “a criação do novo Instrumento para a Recuperação e Resiliência, no valor de 200 mil milhões de euros, e a transformação do programa de apoio ao investimento InvestEU em RecoverEU, com um reforço da garantia orçamental para o dobro, dos 38 para os 76 mil milhões de euros” (Público).

O Plano de recuperação será apresentado pela Comissão a 6 de Maio.

Números

Ao fim da tarde desta quinta-feira, contabilizavam-se 2.695.418 casos de infecção em todo o mundo (2.609.871, ontem), 739.871 dos quais recuperados (714.202, ontem). O número de mortes é de 188.804 (182.207, ontem).

(fonte: https://coronavirus.thebaselab.com/ às 18h05 de dia 23/04)

Sugestão do dia

Hoje a sugestão do dia é “cá de dentro”: o cartoon do Yuran Henrique, hoje publicado no Expresso das ilhas online.

image

//

Anteriores:

16/03/2020 | 17/03/2020 | 18/03/2020 | 19/03/2020 | 20/03/2020 | 21/03/2020 | 22/03/2020 | 23/03/2020 | 24/03/2020 | 25/03/2020 | 26/03/2020 | 27/03/2020 | 28/03/2020 | 29/03/2020 | 30/03/2020 | 31/03/2020 | 01/04/2020 | 02/04/2020 | 03/04/2020 | 04/04/2020 | 05/04/2020 | 06/04/2020 | 07/04/2020 | 08/04/2020 | 09/04/2020 | 10/04/2020 | 11/04/2020 | 12/04/2020 | 13/04/2020 | 14/04/2020 | 15/04/2020 | 16/04/2020 | 17/04/2020 | 18/04/2020 | 19/04/2020 | 20/04/2020 | 21/04/202022/04/2020

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sara Almeida,23 abr 2020 19:41

Editado porAndre Amaral  em  31 mai 2020 6:19

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.