Coronavírus: O dia em revista

PorAndre Amaral,1 mai 2020 18:49

No mesmo dia em que o Presidente da República anunciou o prolongamento do Estado de Emergência em Santiago e na Boa Vista, Cabo Verde registou a segunda morte causada pela COVID-19.

Os dados sobre este falecimento são ainda escassos como confirmou na tarde desta sexta-feira o Director do Serviço de Prevenção e Controlo de Doenças, Jorge Barreto.

"Ficamos a saber há pouco, antes de virmos para a conferência. Ainda não temos toda a informação, com melhores detalhes, estamos ainda a fazer a recolha de informação para podermos ter a história contada da forma mais adequada possível. Estamos a recolher essas informações para podermos perceber o que é que se passou, mas sabemos já que era uma senhora com mais de 90 anos e com outras doenças o que, provavelmente deve ter, também, contribuído para este desfecho", contou Jorge Barreto.

Sobe assim também para dois o número de casos confirmados, esta sexta-feira, na Praia. O primeiro tinha sido divulgado a meio da tarde.

Actualizando dados e números: com este segundo óbito registado no país "a taxa de letalidade global passa para 1,6% e a taxa de letalidade para pessoas com mais de 60 anos passa para 33%". 

E há 441 pessoas em quarentena em todo o país.

Hoje foi o dia em que Jorge Carlos Fonseca anunciou que Santiago e Boa Vista iam ficar em Estado de Emergência por mais 12 dias.

A decisão de manter as duas ilhas sob Estado de Emergência justifica-se, no entender de Jorge Carlos Fonseca, por em "ambas as ilhas" estarem em evolução "vários casos confirmados, e em permanente investigação as redes de contactos identificadas, não sendo ainda completamente nítidos e estáveis, nessas ilhas, os contornos e as curvas evolutivas da pandemia".

Desta forma, considera o Presidente da República, terminar o Estado de Emergência nas duas ilhas "representaria um risco relevante de aceleração do ritmo de contágio e de possível descontrolo da pandemia, com efeitos negativos ao nível da saúde pública e de pressão sobre as estruturas de saúde".

A reforçar a sua decisão, o Chefe de Estado deu o exemplo da "experiência de outras paragens" que permite concluir que "o regresso precoce à normalidade, e a inerente multiplicação das vias de propagação" do coronavírus poderia trazer ao país, e em especial às ilhas de Santiago e da Boa Vista, "consequências bastante nefastas, muito superiores, no médio prazo, às associadas ao prolongamento do Estado de Emergência".

Nestes dias de pandemia, em que as palavras de ordem são distanciamento social e protecção, ficaram a conhecer-se as regras para a produção de máscaras comunitárias. As regras foram estabelecidas pela Entidade Reguladora Independente da Saúde e pelo Instituto de Gestão da Qualidade e Propriedade intelectual.

No guia que estabelece as regras definem-se as "directrizes para a produção e utilização das máscaras comunitárias não médicas, de uso social ou comunitárias, à definição das especificações de dimensões e de materiais e, ainda, os requisitos mínimos ao nível de protecção e à capacidade de filtração e de respirabilidade".

COVID-19 no Mundo

Na Europa ultrapassou-se, hoje, o número de 140 mil mortes relacionadas com a COVID-19 em quase um milhão e meio de casos, segundo um balanço da agência AFP, às 17h40 TMG de hoje, baseado em dados oficiais dos países.

De acordo com os números recolhidos pela agência noticiosa francesa, que dão conta de um total de 140.096 mortos e 1.495.293 casos, Itália, Reino Unido, Espanha e França concentram cerca de três quartos das vítimas, ou seja, aproximadamente 105 mil mortos só nestes quatro países.

Com 28.236 mortos, a Itália continua a ser o país mais atingido pelo novo coronavírus desde que este foi detectado no final de Dezembro, em Wuhan, no centro da China. A lista dos países com mais óbitos completa-se com Reino Unido, com 27.510 óbitos, Espanha, com 24.824, e França, com 24.594.

Em África o número de casos não para também de aumentar. O número de mortes provocadas pela COVID-19 em África subiu hoje para 1.640, com mais de 39 mil casos da doença registados em 53 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), nas últimas 24 horas o número de mortos subiu de 1.589 para 1.640, enquanto as infecções aumentaram de 36.847 para 39.018.

O número total de doentes recuperados subiu de 12.071 para 12.750.

O norte de África mantém-se como a região mais afectada pela doença, com 1.057 mortos e 15.135 casos registados.

Na África Ocidental, há 244 mortos e 10.395 infecções.

A África Austral contabiliza 117 mortos, em 6.072 casos de COVID-19.

A pandemia afecta, como referido, 53 dos 55 países e territórios de África, com cinco países -- África do Sul, Argélia, Egipto, Marrocos e Camarões - a concentrarem cerca de metade das infecções pelo novo coronavírus e mais de dois terços das mortes associadas à doença.

O Egipto regista 392 mortos e 5.537 infectados, a África do Sul conta 103 mortos e 5.647 doentes infectados, enquanto Marrocos totaliza 171 vítimas mortais e 4.529 casos e os Camarões contabilizam 61 mortos e 1.832 infectados.

O maior número de vítimas mortais regista-se na Argélia (450), em 4.006 doentes infectados.

As ilhas Comores anunciaram na quinta-feira o primeiro caso da doença e, no continente africano, apenas o Lesoto e a República Saarauí (Sahara Ocidental) continuam sem notificar casos de COVID-19.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de COVID-19 já provocou mais de 233 mil mortos e infectou mais de 3,2 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Cerca de 987 mil doentes foram considerados curados.

Sugestão do dia

Em dias de confinamento e de reclusão (quase) obrigatória aproveite para conhecer o espaço que o/nos rodeia e para isso, nada melhor que uma visita ao NASA VR e delicie-se com imagens do universo e dos planetas aqui ao nosso lado.

Anteriores:

16/03/2020 | 17/03/2020 | 18/03/2020 | 19/03/2020 | 20/03/2020 | 21/03/2020 | 22/03/2020 | 23/03/2020 | 24/03/2020 | 25/03/2020 | 26/03/2020 | 27/03/2020 | 28/03/2020 | 29/03/2020 | 30/03/2020 | 31/03/2020 | 01/04/2020 | 02/04/2020 | 03/04/2020 | 04/04/2020 | 05/04/2020 | 06/04/2020 | 07/04/2020 | 08/04/2020 | 09/04/2020 | 10/04/2020 | 11/04/2020 | 12/04/2020 | 13/04/2020 | 14/04/2020 | 15/04/2020 | 16/04/2020 | 17/04/2020 | 18/04/2020 | 19/04/2020 | 20/04/2020 | 21/04/2020 | 22/04/2020 | 23/04/2020 | 24/04/2020 | 25/04/2020 | 26/04/2020 | 27/04/2020 | 28/04/2020 | 29/04/2020

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,1 mai 2020 18:49

Editado porSara Almeida  em  21 out 2020 23:21

pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.