COVID-19: 15 novos casos registados e paciente tenta fuga do hospital da Praia

PorExpresso das Ilhas, Lusa,20 jun 2020 12:27

Segundo dados avançados pelo site que reporta a evolução da COVID-19 em Cabo Verde, hoje foram registados 15 novos casos da doença no país. Mulher internada no Hospital Agostinho Neto tentou fugir da zona de isolamento onde estava internada depois de ter sido diagnosticada com COVID-19.

A Praia continua a ser o epicentro da doença ao registar, hoje, mais 12 casos. Dois casos foram detectados em São Salvador do Mundo e outro no Sal. Desta forma a capital vê aumentar o número total de doentes (casos activos e curados) para 715.

Nas restantes ilhas onde já se registaram casos, os números mantiveram-se, assim, inalterados. A Boa Vista conta com 57 casos, São Vicente com 10, Santo Antão com 04 e São Nicolau com 02.

Assim, Cabo Verde conta agora com um total de 863 casos confirmados.

Segundo o comunicado do Ministério da Saúde foram realizados "quatro exames de controlo de doentes em seguimento do Concelho da Ribeira Grande de Santo Antão e de São Vicente cujos resultados se mantiveram positivos".

O mesmo comunicado refere ainda que "os doentes com infecção activa continuam em isolamento sendo que dois dos doentes continuam em estado grave".

De registar igualmente que hoje, segundo avançou fonte governamental, foram dadas altas hospitalares a 45 pessoas. Deste total 10 são pacientes que estavam internados na Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde e os restantes 35 no Estádio Nacional.

Hoje, a agência Lusa deu conta da tentativa de fuga de uma paciente, a quem tinha sido diagnosticada a doença, do Hospital Agostinho Neto.

Segundo a Lusa, a mulher, aparentemente entre 50 a 60 anos, fugiu do isolamento do Hospital Agostinho Neto por volta das 09:00 e, segundo testemunhas, tentou fugir pelas ruas do Plateau sem usar máscara sendo capturada instantes depois, na rua pedonal por dois agentes da Polícia Nacional.

Depois de alguma resistência, e de ter inclusive agredido os agentes policiais, a mulher, sempre aos gritos mas já com uma máscara cirúrgica, foi algemada e conduzida novamente ao espaço de internamento dos doentes com COVID-19 no Hospital Agostinho Neto.

Victor Costa, director clínico do HAN, relatou à Lusa que se trata de uma mulher com patologias do foro psiquiátrico, internada há cerca de cinco dias e que estava estável até hoje de manhã.

“Ainda de manhã estava tudo ok, e de repente descompensou”, afirmou o médico, sublinhando a “força terrível” da senhora na hora de fugir do isolamento.

“Felizmente foi apanhada. Já está controlada, sedada”, garantiu Victor Costa, adiantando que a paciente vai ser transferida agora para a psiquiatria do Hospital Agostinho Neto. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,20 jun 2020 12:27

Editado porAndre Amaral  em  29 out 2020 23:20

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.