COVID-19: São Vicente regressa ao grupo de ilhas com casos activos

PorAndre Amaral,15 jul 2020 18:17

Um caso positivo de COVID-19 foi registado em São Vicente e está a ser investigado pelas autoridades de saúde da ilha. No resto do país foram registados mais 57 novos casos.

"Hoje tivemos um total de 58 casos confirmados, 15 na Praia, um em Santa Catarina, cinco em Santa Cruz, um em São Vicente, 23 no Sal e 12 na Ribeira Brava de São Nicolau", começou por dizer, esta quarta-feira, o Director Nacional de Saúde, Artur Correia durante a conferência de imprensa de acompanhamento da evolução da COVID-19 em Cabo Verde.

Este responsável referiu igualmente que "estes são dados de vários dias. Estamos num processo de recuperação dos dados". O Sal, disse o Director Nacional de Saúde, "estava com mais de oitocentas amostras e neste momento já só tem 67 em atraso".

Outro dado avançado por Artur Correia foi o número de casos activos no país. "Temos 923 doentes activos conhecidos e 892 recuperados. Hoje tivemos 42 altas".

Na Praia, acrescentou, há quase o dobro "de casos recuperados comparativamente aos casos activos".

Quanto a doentes em estado grave, Artur Correia anunciou que no total há 15 doentes em internamento hospitalar "dos quais três inspiram mais cuidados. Dois no Sal e um no Hospital de Santa Rita Vieira (em Santa Catarina)". Além destes casos, Artur Correia anunciou ainda que há "dois doentes ventilados no Hospital Agostinho Neto" onde há um total de "oito doentes internados". Dos pacientes ventilados, um é o que, ontem durante a conferência de imprensa, tinha sido anunciado como ainda não sendo um caso confirmado de COVID-19. "Hoje já está confirmado. É um caso de COVID e está em estado crítico".

O dia de hoje ficou marcado, também, pelo regresso de São Vicente ao grupo de ilhas com casos activos. O Director Nacional de Saúde, questionado sobre este tema remeteu explicações para a próxima sexta-feira quando se realiza a próxima conferência de imprensa, mas adiantou que "há registo de um caso e quando há um caso é imediatamente encetado um conjunto de acções para fazer um inquérito epidemiológico que neste momento está em curso".

A concluir, foi anunciado igualmente que a partir de hoje as conferências de imprensa passam a realizar-se em dias alternados, ou seja, "às segundas, quartas e sextas-feiras", anunciou a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,15 jul 2020 18:17

Editado porAndre Amaral  em  6 ago 2020 19:19

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.