Coronavírus: O dia em revista

PorDulcina Mendes,17 jul 2020 19:37

20% dos testes rápidos dão positivos e desses 2% dão positivo pelo PCR, informação avançada hoje, pelo Director Nacional de Saúde, Artur Correia, na conferência de imprensa sobre COVID-19, no país.

Com a incrementação de testes para viagens entre as ilhas, a partir de Santiago e Sal, os dados de hoje mostram que já foram realizadas 36 mil testes rápidos. 

Cabo Verde registou hoje mais um óbito, trata-se de um doente de 60 anos que estava em isolamento no Hospital Agostinho Neto, na cidade da Praia.

Hoje há 1005 doentes activos, 912 recuperados. E desses casos activos a maior parte está na cidade da Praia, com 463 e 641 recuperados. Na Sal há 288 casos e 115 recuperados, em Santa Catarina e Santiago temos 86 casos activos, Santa Cruz com 103 casos activos e 69 recuperados.

O país registou hoje 45 casos, dos quais 16 são do concelho da Praia, dois de Santa Catarina, um do Tarrafal de Santiago, sete em São Miguel, 11 em Santa Cruz e oito no Sal.

O vice-primeiro-ministro e ministro das finanças, Olavo Correia, disse hoje que o Governo já tem uma linha de financiamento no montante de 15 milhões de contos para apoiar as empresas, até o final do ano.

E hoje, a União Europeia formalizou a efectivação do segundo pagamento do Apoio Orçamental a Cabo Verde, num montante de 12,25 milhões de euros (aproximadamente 1 milhão e 350 mil contos), um esforço enaltecido pelo Governo no combate a COVID-19.

COVID-19 no mundo

Mais de 15 milhões de crianças menores de 05 anos poderão sofrer desnutrição aguda na África Ocidental e Central este ano se não forem tomadas medidas, um número “sem precedentes”, advertiram hoje duas organizações da ONU. Os países como o Mali e Burkina Faso estão a provocar deslocações maciças da população e a limitar o acesso aos serviços básicos, esse número aumentaria para quase 5,4 milhões.

Também hoje, a ONU aumentou para 10,3 mil milhões de dólares (cerca de nove mil milhões de euros) o valor do financiamento necessário para responder às consequências humanitárias, à escala global, da actual pandemia do novo coronavírus.

A Itália registou 233 novos casos de COVID-19 e 11 mortes nas últimas 24 horas, aumentando para 35.028 o total de óbitos e para 243.967 o número de infectados, indicaram hoje as autoridades sanitárias italianas.

Espanha registou 628 casos de pessoas infectadas com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, o número mais elevado desde 08 de Maio, segundo dados do Ministério da Saúde espanhol. Segundo o relatório divulgado hoje com a actualização da situação epidemiológica actualizou o total de pessoas infectadas desde o início da pandemia para 260.255, dos quais 628 diagnosticados no último dia, um número que tem vindo a aumentar nos últimos quatro dias.

Portugal regista hoje mais três mortes e 312 novos casos de infecção por COVID-19, segundo o boletim diário da Direcção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim, desde o início da pandemia até hoje registam-se 48.077 casos de infecção confirmados e 1.682 mortes.

A pandemia de COVID-19 já provocou mais de 590 mil mortos e infectou mais de 13,83 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP. 

No continente africano, há 14.399 mortos confirmados em mais de 664 mil infectados em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,17 jul 2020 19:37

Editado porAndre Amaral  em  28 nov 2020 23:21

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.