COVID-19: Delegado de Saúde confirma caso suspeito na ilha Brava

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,7 ago 2020 7:10

O delegado de Saúde da Brava, Júlio Barros, confirmou esta quinta-feira a existência de um caso suspeito de COVID-19 na ilha: uma paciente vinda da Cidade da Praia na passada sexta-feira, 31 de Julho.

Em declarações à Inforpress, Júlio Barros explicou que se trata de uma mulher de 51 anos, que chegou na sexta-feira passada à ilha, após ter realizado um teste rápido de resultado negativo, mas que acabou por apresentar alguns sintomas como corpo baixo, diarreia e perda de olfacto.

Daí, avançou, esta quinta-feira foi realizado o teste rápido de IGG e IGM, que testou positivo, tendo a paciente  sido colocada no espaço do isolamento na Delegacia de Saúde.

Aquele responsável informou que a paciente se encontra estável e esta sexta-feira será feito o teste PCR para ser enviado ao laboratório de virologia, na cidade da Praia, já que “somente o resultado deste teste pode confirmar se é realmente um caso positivo ou não”.

Entretanto, ressaltou que foi realizado o teste também ao seu parceiro, mas estetestou negativo e encontra-se em isolamento na sua residência.

O delegado de Saúde informou ainda que já foram suspensas as consultas de controlo dos doentes crónicos e nos Centros de Saúde, e que já foi criada uma equipa de controlo para ficar no espaço do isolamento.

Quanto aos próximos procedimentos, sublinhou que será realizado o teste PCR e procurados os contactos da paciente, para serem submetidos ao teste rápido.

Desde o anúncio deste caso suspeito, a população local entrou em pânico, o que para o delegado é “normal” mas aconselhou que a “melhor coisa a fazer é cada um dar a sua quota-parte”, reconhecendo que se está a verificar um certo “relaxamento” por parte das pessoas.

“As autoridades já acabaram por perder o controlo da situação, tendo em conta que a quarentena já não é obrigatória, por isso é necessário que cada um faça a sua parte”, pediu o responsável.

Júlio Barros reforçou que é necessário que a população siga as orientações que estão sendo passadas através de mensagens na comunicação social, redes sociais, entre outros meios e que ajude as autoridades nesta luta.

Segundo os dados do Ministério da Saúde, Cabo Verde regista neste momento 695 casos activos, 2010 casos recuperados, 27 óbitos e dois doentes transferidos, perfazendo um total de 2.734 casos positivos acumulados.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,7 ago 2020 7:10

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  22 mai 2021 23:21

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.