Situação na Cadeia Central é estável devido ao cumprimento com “rigor” do plano de contingência- DGSPRS

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,11 ago 2020 15:22

O director-geral dos Serviços Penitenciários e da Reinserção Social garantiu hoje que a situação na Cadeia Central da Praia é estável, porque cumpriram com “rigor” o plano de contingência e os reclusos infectados estão isolados.

Paulo Tavares convocou à imprensa para confirmar a informação divulgada esta segunda-feira, 10, pelo director nacional da Saúde, Artur Correia, de que, neste momento, nove reclusos da Cadeia Central da Praia estão infectados com o novo coronavírus, sendo que quatro deles contaminaram no Hospital Agostinho Neto (HAN) na Cidade da Praia.

Desses reclusos, explicou, dois tiveram alta hospitalar e ficaram num espaço próprio para pessoas que testaram positivo pela covid-19 ao regressar à cadeia.

Contudo, antes disso, informou, um deles esteve no isolamento em que todos que entram na cadeia passam e na altura, também, estavam mais cinco pessoas que regressaram da licença precária e que estiveram cinco dias nas casas com os seus familiares.

Situação que leva o diretor-geral a questionar se estes cinco presos não foram contaminados na casa dos seus familiares enquanto estiveram em licença precária.

Paulo Tavares garantiu, ainda, que até este momento, a cadeia não teve nenhuma situação em que reagiu a um caso de reclusos com sintomas, mas sim, que esses casos foram diagnosticados depois destes reclusos terem sido submetidos a um teste quando regressaram de licença.

O mesmo garantiu que todos os reclusos que dão entrada na cadeia ficam no espaço próprio de isolamento, cumprindo 14 dias de quarentena profilática, e após esses 14 dias são submetidos a um teste.

“Se hoje temos a situação controlada é devido ao rigor implementado. Cumprimos com rigor o plano de contingência.

Todos que entram passam pela quarentena profilática, são aplicados o teste e só após o resultado é que são colocados no sector. Sem o teste negativo ninguém vai ao sector comum da cadeia”, garantiu.

Informou que, neste momento, os reclusos que testaram positivo estão a ser acompanhado 24/24 horas por um enfermeiro e todos estão assintomáticos.

Cabo Verde tem neste momento 2.883 casos positivos acumulados de covid-19, um total de 721 casos activos, 2.128 recuperados, 32 óbitos e dois transferidos.

A pandemia da covid-19 já provocou mais de 736 mil mortos e infectou mais de 20,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

O Brasil é, neste momento, o segundo país mais atingido pela doença no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos em número de mortos (162.425) e de casos diagnosticados (mais de 4,9 milhões).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em Fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,11 ago 2020 15:22

Editado porSara Almeida  em  25 mai 2021 23:21

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.