Gabinete de Crise reúne-se hoje para possível prorrogação do estado de calamidade em Santiago e no Sal

PorInforpress,1 set 2020 9:06

O Gabinete de Crise, criado no quadro do combate à pandemia da covid-19, reúne-se hoje, na Praia, para analisar a situação e, possivelmente, renovar o estado de calamidade nas ilhas de Santiago e Sal, anunciou o primeiro-ministro.

Ulisses Correia e Silva que falava à imprensa à margem da apresentação do candidato do Movimento para a Democracia (MpD-poder) às autarquias de 25 de Outubro, esta segunda-feira, 31 de Agosto, garantiu que na reunião desta terça-feira, o Gabinete de Crise vai “muito possivelmente prorrogar o estado da calamidade” nas duas referidas ilhas.

Instado sobre as linhas gerais do novo estado de calamidade, o chefe do Governo assegurou que, praticamente, irão ser mantidas todas as medidas de restrições anteriormente anunciadas, assim como o “reforço da mensagem” de que o combate à covid-19 seja ganho por todos.

Segundo o primeiro-ministro, a situação da ilha do Fogo vai ser igualmente analisada pelo Gabinete de Crise.
O último estado de calamidade vigorou durante 21 dias nas ilhas de Santiago e Sal e terminou a 30 de Agosto. Esta medida foi adoptada devido ao aumento de casos de covid-19 nas duas referidas ilhas.

Durante o período da calamidade, foram encerradas algumas instalações e proibidas actividades, designadamente recreativas, de diversão e desportivas.

No Sal, a actividade balnear vigorou das 06h00 às 10h00, mas em Santiago a população esteve proibida de frequentar o mar.

De acordo com a última actualização do Ministério da Saúde, Cabo Verde contabiliza 3.884 casos positivos acumulados, sendo 2.916 recuperados, 40 óbitos e dois doentes transferidos.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 843 mil mortos e infectou mais de 25 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Inforpress,1 set 2020 9:06

Editado porSara Almeida  em  13 jun 2021 23:21

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.