“Vacina vai ser mais uma ferramenta para ajudar na diminuição das mortes e casos graves” Jorge Barreto

PorDulcina Mendes,22 fev 2021 18:51

Director Nacional de Saúde, Jorge Noel Barreto, defendeu hoje a utilidade da vacina contra a COVID-19 durante a conferência de imprensa em que avaliou a situação da doença durante as últimas semanas. Hoje, o país registou mais um óbito, 24 casos novos e 43 recuperados.

“Um dos objectivos da vacina é de evitar mais mortes e casos. É muito fácil e barato vacinar a população mais em risco”, apontou o Director Nacinal de Saúde esta segunda-feira ao fim da tarde.

Jorge Barreto lembrou que o plano de vacinação foi publicado no 18 deste mês no Boletim Oficial, e que para esta primeira fase, através da iniciativa Covax, Cabo Verde poderá ter a possibilidade de vacinar pelo menos 35% da sua população.

“Esses 35% correspondem a cerca de 200 mil pessoas, e o país pretende vacinar pelo menos 60 % da sua população. Ainda não há recomendação para vacinação de crianças e de adolescentes e se formos fazer as contas essas faixas etárias representam cerca de 40% da população de Cabo Verde. O que acaba por nos deixar com os adultos que serão alvo da vacinação, que será feita de uma forma faseada e de acordo com os critérios de priorização que estão publicados no plano nacional de vacinação”, explica.

Sobre os dados de hoje, avançou que foram diagnosticados mais 24 casos novos nas últimas 24 horas. Há ainda um óbito e 43 recuperados.

Os novos casos são o resultado da análise de 352 amostras analisadas. Os casos novos foram registados nos concelhos da Praia com 10, São Miguel 1, Paul 3, São Vicente 7 e Tarrafal de São Nicolau 3. O óbito ocorreu no concelho de São Miguel. Jorge Barreto informou que se trata de um homem de 68 anos.

Em relação aos casos suspeitos, o Director Nacional de Saúde indica que tiveram a notificação de um total de 21, sendo 6 na Praia, Santa Catarina de Santiago 3, São Miguel 3, São Filipe 2, Sal 1 e Boa Vista 6.

Hoje 43 pessoas tiveram alta, das quais 29 na Praia, 4 em São Domingos, 4 em Santa Catarina, 2 em Santa Cruz, 1 em Porto Novo e 3 em São Vicente.

“Neste momento temos um total de 338 pessoas em isolamento que representam os casos activos. Esses casos activos representam 2,2 %" do total de casos registados até agora. Do total de casos há 333 que estão em regime de quarentena à espera do resultado da investigação epidemiológica, indicou o Director Nacional de Saúde.

Jorge Barreto sublinhou igualmente que foi feita uma revisão da informação em relação a um óbito ocorrido recentemente e explicou que a pessoa tinha outros problemas de saúde sendo que a infecção por SARS-CoV-2 foi uma coincidência.

“Fizemos a revisão da informação e essa pessoa deixou de contabilizar como um óbito por COVID-19 para passar a contabilizar como óbito por outras causas. E assim passamos a ter neste momento um total de 144 óbitos por COVID-19 e 5 óbitos por outras causas”, esclarece.

O Director Nacional de Saúde afirmou ainda que a taxa de letalidade global, neste momento, está em 0,96.

Com a nova actualização, o país passa a contabilizar 338 casos activos, 14581 casos recuperados, 144 óbitos e outros 5 óbitos por outras causas. Há ainda 4 transferidos, perfazendo um total de 15072 casos positivos acumulados.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,22 fev 2021 18:51

Editado porAndre Amaral  em  9 mai 2021 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.