PR apela a vacinação em Tarrafal e em todo Santiago Norte

PorDulcina Mendes,14 jan 2022 17:00

​O Presidente da República José Maria Neves apelou hoje à vacinação em Tarrafal e em todo Santiago Norte para debelar a pandemia da COVID-19 e para o retorno da dinâmica económica, assim como da estabilidade social.

José Maria Neves fez esse apelo ao presidir a sessão solene em comemoração do Dia do Município de Tarrafal, que se assinala amanhã, 15 de Janeiro.

Segundo José Maria Neves esta luta, que é do país como um todo, e que exige de cada município uma responsabilidade própria, “na melhor articulação com as autoridades sanitárias nacionais e, no caso do Tarrafal, imputar-lhe uma missão redobrada no sentido de ampliar a cobertura vacinal tanto no município como em todo Santiago Norte, região do país onde as taxas de cobertura tem estado aquém da média nacional”.

O Chefe do Estado sublinhou que o momento, sendo festivo, é também de reflexão e de acção mais incisiva e eficaz na luta contra a pandemia. “Este Novo Ano também interpela ao salto qualitativo de desenvolvimento local do Tarrafal, que tem enormes potenciais turísticos, culturais e patrimoniais, para além de capacidade para fazer mais e, sobretudo, fazer melhor em termos da agricultura, da pecuária e da pesca, optimizando a região de Santiago Norte para uma activa participação na criação da riqueza nacional e melhor distribuição social do rendimento, invertendo o alto índice do desemprego, da pobreza e da extrema pobreza”.

Para José Maria Neves este salto qualitativo que desafia os tarrafalenses, em particular a sua Câmara Municipal, as parcerias institucionais, políticas e intermunicipais são determinantes, “como serão cruciais o djunta-mon com a sociedade civil e os diversos segmentos das forças vivas, algumas delas na emigração e entre os parceiros estrangeiros. Tarrafal tem de ir ao mundo e trazer o mundo ao Tarrafal”.

E disse que espera ver neste seu mandato, a candidatura do antigo Campo de Concentração do Tarrafal a Património Mundial da Humanidade, junto da UNESCO, assim como o alargamento do Museu da Resistência, numa sinergia com parceiros angolanos, bissau guineenses e portugueses, para a afirmação desse espaço como referência memorial em prol do Humanismo que deverá nortear as relações humanas.

“Compartilho do vosso sonho e da vossa ambição em transformar Tarrafal num dos grandes pontos de interesse turístico cabo-verdiano. Para tanto, temos de pensar juntos e, sobretudo, pensar juntos na requalificação dos espaços, na melhoria das condições de saneamento, na operacionalidade de um plano director de desenvolvimento e, naturalmente, reivindicar a integração efectiva e activa no Plano do Desenvolvimento Turístico Nacional, assim como na educação e na capacitação dos recursos humanos locais”, indica.

Por outro lado afirmou que tem acompanhado com regozijo os avanços tidos, “alguns muito significativos, como as obras de requalificação da orla marítima, a reabilitação da estrada que liga Chão Bom a Mangue, entre outras, financiadas pelo Governo, ainda na chancela da anterior equipa camarária. Entrementes, considerando a nossa ambição, temos de acelerar o passo e agendar uma transformação mais estruturante, que determine um novo cenário do quadro dos indicadores sociais e económicos que, até esta, colocam Tarrafal entre os municípios mais vulneráveis, situação que pode ser descontinuada se tivermos outra ousadia”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,14 jan 2022 17:00

Editado porAndre Amaral  em  27 jan 2022 5:19

pub.

pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.