Cabo Verde com taxa de aprovação de 83,9% no Ensino Básico e 73,7% no Secundário

PorSheilla Ribeiro,11 set 2022 12:41

A taxa de aprovação no ano lectivo 2021/2022 no Ensino Básico Obrigatório (EBO), a nível nacional, foi de 83,9% e 73,7% no Ensino Secundário (ES), segundo dados do Ministério da Educação consultados pelo Expresso das Ilhas. Num universo de 130 mil alunos, 0,1% abandonou o Ensino Básico e 1,5% o Ensino Secundário.

Os dados, cujos indicadores serão actualizados após as segundas chamadas em Setembro, mostram que no Ensino Básico, o primeiro ano teve a maior taxa de aprovação (99,7%).

Já o 2º ano registou 98,8% de aprovação; 3º ano 98,4%; 4º ano 73%; 5º ano 98,3%; 6º ano 83%; 7º ano 87,7% e 8º ano 56,1%.

Brava teve uma taxa de aprovação de 81,7%; São Filipe 82,1% e Santa Catarina do Fogo 83%.

No ano lectivo findo, Mosteiros teve uma taxa de aproveitamento de 83,4%; Praia 84,8%; São Domingos 83,9%; Santa Catarina 86,2%; São Salvador do Mundo 87,4%; Santa Cruz 84,3% e São Miguel 86,8%.

Tarrafal teve uma taxa de aprovação de 84,1%; Maio 80,3%; Boa Vista 85,1%; Sal 81,2% e Ribeira Brava 84%.

A menor taxa de aprovação a nível do Ensino Básico é de Tarrafal de São Nicolau; 77,8%. Já São Vicente registou um aproveitamento de 81,9%; Ribeira Grande 82,6%; Porto Novo 81,6% e Paul 87,3%.

No ano lectivo 2021/2022 apenas Ribeira Grande de Santiago e São Lourenço dos Órgãos tiveram uma taxa de aprovação acima de 89%, com 89,2% e 89,6% respectivamente.

Abandono no EB

No que se refere ao Ensino Básico, num total 83.500 mil alunos, apenas 0,1% abandonaram a escola. Os abandonos foram notificados no 6º (0,1%), 7º (0,2%) e 8º anos (0,3%) de escolaridade.

Sete concelhos tiveram 0 % de abandono. Dos concelhos que registaram abandono, Brava teve 0,4%.

Com 0,3% de abandono estão São Filipe e Tarrafal de São Nicolau. Em Santa Catarina do Fogo 0,2% dos alunos do Ensino Básico abandonaram a escola.

Mosteiros, Praia, São Domingos, Santa Catarina, São Salvador do Mundo, São Miguel, Boa Vista, Ribeira Brava, São Vicente, Ribeira Grande e Porto Novo registaram uma taxa de abandono de 0,1%.

Aproveitamento Ensino Secundário

No ano lectivo 2021/2022, 83.500 frequentaram o Secundário e deste total, 73,7% foram aprovadas, tendo sido Santa Cruz o concelho com mais aprovados (81, 1%).

A taxa de aprovação, a nível nacional, no 9º ano foi de 63,1%, no 10º ano 76,6%, 11º ano 83,9% e 12º ano 76,9%.

De acordo com a mesma fonte, a taxa de aprovação na Brava foi de 69%; São Filipe 70,6%; Santa Catarina do Fogo 77,3%; Mosteiros 77,8% e Praia 74,9%.

Em Ribeira Grande de Santiago, a taxa de aprovação no secundário foi de 77,9%; São Domingos 69,2%; Santa Catarina 78, 2%; São Salvador do Mundo 72,4%; São Lourenço dos Órgãos 78,9% e São Miguel 78,6%.

69,3% dos alunos de Tarrafal tiveram um bom aproveitamento. Na ilha do Maio, essa taxa foi de 71,4%, Boa Vista 67,7%; Sal 78, 7%; Ribeira Brava 74,2%; Tarrafal de São Nicolau 67,1%: São Vicente 66, 3%.

Em Ribeira Grande a taxa de aprovação foi de 69,5%; Porto Novo 68% e Paul 80,8%.

Abandono no Secundário

No total de 1,5%, o 12º ano de escolaridade teve a maior percentagem (2%), enquanto o 9º ano teve o menor registo (1%). No 10º ano 1,5% dos estudantes abandonaram os estudos e no 11º ano 1,8%.

Por concelho, os dados indicam que o concelho com maior taxa de abandono foi Santa Catarina do Fogo, com 5,5%, seguido de Ribeira Brava com 4,4% e de Tarrafal de São Nicolau com 3,9%.

Previsão para ano lectivo 2022/2023

Segundo os dados do Ministério da Educação, para o ano lectivo 2022/2023, são esperados 113.720 alunos. Desse total, 81.222 são do Ensino Básico e 32.498 do Ensino Secundário. No pré-escolar são esperados 16.200 crianças e 1.412 profissionais de Infância.

Dos 81.222 alunos aguardados no EBO, 9.387 são do 1º ano, 9.184 do 2º ano; 9.341 do 3º ano, 11.757 do 4º ano; 9.706 do 5º ano, 10.209 do 6º ano; 11.285 do 7º ano e 10.352 do 8º ano. Os alunos serão distribuídos em 3.209 turmas.

Por sua vez, no ES, onde são esperados 32.498 alunos; 10.660 são do 9º ano; 8.495 do 10º ano; 6.976 do 11º ano e 6.367 do 12º ano. O total de alunos será distribuído em 1.078 turmas.

Quanto aos professores, o Ministério da Educação perspectiva 6.266 mil profissionais, sendo 4.098 para o Ensino Básico Obrigatório e 2.168 no Ensino Secundário.

Calendário prevê período inicial de recuperação

Conforme uma resolução publicada no Boletim Oficial, o calendário escolar deste ano lectivo continua a prever um período inicial de recuperação das aprendizagens anteriores dos conteúdos não trabalhados durante o ano lectivo anterior.

O primeiro trimestre decorre de 19 de Setembro a 22 de Dezembro, sendo as primeiras cinco semanas destinadas à recuperação das aprendizagens. As aulas recomeçam depois de 5 de Janeiro de 2023 até 24 de Março.

O terceiro período começa para todos a 10 de Abril mas o seu término varia consoante o ano letivo dos alunos.

Os primeiros a acabar as aulas serão os alunos do 12º ano, para estes alunos o ano lectivo termina a 10 de Junho.

Duas semanas depois, a 23 de Junho, terminam as aulas para os estudantes do 1º ao 11º anos de escolaridades. Já os mais novos do pré-escolar têm escola até 21 de Julho.

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 1084 de 7 de Setembro de 2022. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,11 set 2022 12:41

Editado porSheilla Ribeiro  em  5 dez 2022 23:28

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.