Dia da Diplomacia Cabo-Verdiana celebrado pela primeira vez

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,16 set 2022 13:32

Celebração do dia da Diplomacia Cabo-Verdiana
Celebração do dia da Diplomacia Cabo-Verdiana Rádio Morabeza

O complexo contexto actual coloca “desafios enormes à acção externa”, que se prendem “com a permanente necessidade de parcerias” e adequada projecção externa de Cabo Verde. Questões destacadas pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Integração Regional, via plataforma Zoom, ao presidir à cerimónia de celebração do recém instituídom Dia da Diplomacia Cabo-Verdiana que se assinala hoje, pela primeira vez.

“Estes desafios prendem-se, acima de tudo, com a permanente necessidade de parcerias para garantir o desenvolvimento duradouro e com a adequada projeção de Cabo Verde no plano externo, tendo como um dos objectivos prioritários a criação de condições cada vez mais favoráveis para o acolhimento e integração dos cabo-verdianos nos países de acolhimento, além do reforço dos seus laços com Cabo Verde”, avança .

Rui Figueiredo Soares diz que toda a acção multifacetada é levada a cabo num quadro de respeito escrupuloso de princípios e valores que são caros a Cabo Verde.

“Agir de forma pragmática parece ser a receita certa. Mas o repto está na preparação desta receita e na sua aplicação ao processo decisório. Esta é a tarefa que felizmente nos ocupa. Hoje há quem entenda que, diante das complexas dinâmicas das relações internacionais a que assistimos, com impactos geopolíticos diversos, Cabo Verde deveria privilegiar uma postura conservadora, quiça de imobilismo em relação a várias questões internacionais” avança.

Rui Figueiredo Soares também avançou estar empenhado no aperfeiçoamento institucional do ministério, com reforço do quadro de pessoal e aposta na qualificação dos diplomatas.

“Desde logo, com a conclusão do recrutamento de quinze secretários de embaixada, que devem em Janeiro de 2023 começar as suas funções, mas também através de uma séria aposta na qualificação permanente dos diplomatas e dos servidores da diplomacia no geral. A evolução da Direcção de Estudos de Política Externa para o Instituto Diplomático inscreve-se justamente nesta perspectiva de termos recursos humanos com formação ajustada aos enormes desafios de Cabo Verde neste mundo cada vez mais complexo e imprevisível em que vivemos", explica.

Durante a celebração do Dia da Diplomacia Cabo-Verdiana, o Ministério dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Integração Regional irá homenagear todos os diplomatas e servidores da diplomacia em Cabo Verde.

Para esta tarde está previsto o içar da bandeira nacional e da bandeira das Nações Unidas, com apoio da Banda Militar das Forças Armadas, seguida da plantação de uma árvore. Haverá ainda a apresentação de uma brochura alusiva à celebração do Dia da Diplomacia Cabo-Verdiana. O encerramento do dia estará a cargo da secretária de Estado, Miryan Vieira.

O governo instituiu 16 de Setembro como o Dia da Diplomacia Cabo-verdiana, como forma de reconhecer o papel da diplomacia e dos diplomatas cabo-verdianos em prol da credibilidade externa e do desenvolvimento do país.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,16 set 2022 13:32

Editado porA Redacção  em  26 set 2022 19:20

pub.
pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.