Mais de 270 efectivos da PN asseguram o Plano de Segurança da Ocean Race

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,20 jan 2023 12:46

Mais de 270 efectivos da Polícia Nacional asseguram o plano de segurança para a recepção da Ocean Race, em São Vicente. 61 operacionais efectivos de outras ilhas, para além de meios operacionais, foram destacados para Mindelo, onde deverão permanecer até 28 de Janeiro.

Segundo Roberto Fernandes, subintendente da Polícia Nacional e coordenador do MAI para a Ocean Race, a capacidade de resposta do Comando local “foi aumentada em mais de 25%”, com elementos das unidades especiais, da direcção central de investigação criminal, da direcção dos estrangeiros e fronteiras e da polícia marítima.

A medida é justificada com a dimensão do evento e a sua especificidade.

“São situações que ultrapassam a rotina da segurança e demanda da ilha e representam um esforço suplementar que transpõe a capacidade operacional do comando local, daí a necessidade da elaboração de um plano específico. Vamos garantir a segurança no lado mar e no lado terra, com o que é habitual neste tipo de eventos”, explica o responsável, que aponta um reforço dos meios operacionais com 10 viaturas, 3 motorizadas, 7 embarcações, além de equipamentos e materiais individuais e colectivos.

A regata The Ocean Race faz escala em Cabo Verde de 20 a 25 de Janeiro, com abertura oficial a partir das 16 horas. O stopover em São Vicente tem como base o Porto Grande, onde foram montadas diferentes infra-estruturas de apoio aos 11 veleiros, respectivos velejadores, equipas técnicas, staff internacional e local, meios de comunicação social de todo o mundo e convidados.

Cerca de 81 efectivos da Polícia Nacional estarão no local, deverão contar ainda com o apoio do sistema de vídeo vigilância, conforme o subintendente da Polícia Nacional, através de um posto móvel de vigilância no recinto, além dos sites que estão na Avenida Marginal e sistema de segurança da Enapor.

A monitorização da zona marítima será assegurada por operacionais destacados na zona de João Ribeiro e pelo Centro Conjunto de Coordenação e Salvamento (JRCC).

De acordo com Roberto Fernandes, o objectivo é evitar colisões entre os veleiros e outras embarcações.

“Aliás, por isso alertamos para o perigo de colisões entre os veleiros e as embarcações que podem entrar na zona marítima utilizada, especialmente na zona da meta, que fica entre o Porto Grande e o Ilhéu dos Pássaros. A Polícia Nacional há muito tempo que está a fazer uma campanha de informação junto dos pescadores nesta ilha e em Santo Antão, para que escolham um outro lugar, não na zona de chegada, para fazerem a sua faina de pesca, principalmente para evitar colisões”, afirma.

A navegação em parte da Baía do Porto Grande estará condicionada durante os dias de passagem da regata Ocean Race por Mindelo.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,20 jan 2023 12:46

Editado pormaria Fortes  em  3 fev 2023 16:20

pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.