​Marcelo Rebelo de Sousa anuncia cimeira entre Cabo Verde e Portugal a 11 de Abril em Lisboa

PorExpresso das Ilhas, Lusa,11 mar 2019 15:19

Marcelo Rebelo de Sousa e Jorge Carlos Fonseca
Marcelo Rebelo de Sousa e Jorge Carlos Fonseca

O Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, anunciou hoje, na cidade da Praia, que a cimeira entre Cabo Verde e Portugal vai decorrer a 11 de Abril, em Lisboa, com a cooperação entre os dois países na agenda.

No final de uma visita à Biblioteca Escolar da Escola de Salineiro, perto da Cidade Velha, ilha de Santiago, Marcelo Rebelo de Sousa disse aos jornalistas que na reunião dos dois Governos serão tratados vários aspectos, nomeadamente económicos, sobre cooperação económica, financeira, social, educativa e política.

As celebrações do 10 de Junho, Dia de Portugal, Camões e das Comunidades, também será um dos temas abordados, uma vez que parte das mesmas irão ser passadas em Cabo Verde.

A este propósito, o chefe do Estado português revelou que o seu homólogo cabo-verdiano, Jorge Carlos Fonseca, irá participar nas comemorações em Portugal, que começam em Portalegre, como convidado especial.

Os dois presidentes regressam no mesmo dia a Cabo Verde para as celebrações que irão decorrer na cidade da Praia, ilha de Santiago. No dia seguinte, 11 de Junho, os festejos transferem-se para o Mindelo, ilha de São Vicente.

Marcelo Rebelo de Sousa adiantou que irá visitar a ilha da Brava, respondendo assim a um convite várias vezes reiterado de Jorge Carlos Fonseca para conhecer a ilha dos seus familiares.

"Ele [Jorge Carlos Fonseca] insiste em eu ir visitar a terra de família, ilha da Brava, onde nunca foi um Presidente da República português. Esteve quase por pouco, durante a minha [anterior] visita. Fui ao Fogo e não fui à Brava, ele não me perdoou. Por isso, ele é que manda e por isso vou à Brava com muito prazer", disse o chefe de Estado português.

A biblioteca escolar que Marcelo Rebelo de Sousa visitou hoje é "uma das nove erguidas ao abrigo do projecto "Dinamização de Bibliotecas Escolares", financiado pelo Camões -- Instituto da Cooperação e da Língua e implementado em parceria com os ministérios da Educação e da Cultura e das Indústrias Criativas de Cabo Verde.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,11 mar 2019 15:19

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  25 mai 2019 23:22

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.