Participação nas eleições internas do PAICV foi de 55% - oficial

PorExpresso das Ilhas, Lusa,24 dez 2019 15:39

A participação nas eleições internas de domingo no Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) foi de 55%, com 98% desses militantes a dizer "Sim" à candidatura única de Janira Hopffer Almada, segundo dados oficiais hoje divulgados.

Em comunicado, a Comissão Nacional de Jurisdição e Fiscalização (CNJF) informou que, dos restantes 2% dos militantes que foram às urnas, 1% disse "Não" a Janira Almada e 1% dos votos foram nulos e/ou brancos.

Nas eleições directas de domingo no PAICV, 34.773 militantes foram chamados às urnas, em 300 mesas em todo o país (240) e na diáspora (60).

No total, votaram 19.126 militantes (55%), sendo 18.743 favoráveis à reeleição de Janira Hopffer Almada, enquanto 15.648 não foram votar, o que dá uma abstenção de 45%.

Na nota de imprensa, assinada pelo presidente, Manuel Portugal dos Reis, a CNJF adiantou que as eleições decorreram num clima de serenidade, com todas as mesas a funcionarem, para que todos os militantes pudessem exercer o seu direito de voto.

A mesma fonte avançou que o processo eleitoral decorreu em todas as estruturas da diáspora, nomeadamente nos Estados Unidos (Brockton, Boston, Rhode Island, Florida), na Europa (Portugal, França, Holanda, Luxemburgo, Suíça e Alemanha, Itália) e África (Angola, São Tomé e Príncipe, Senegal e Guiné-Bissau, Moçambique).

A nível nacional, o processo decorreu em todas as ilhas, regiões, sectores e/ou municípios (regiões de Santiago Sul e Norte, de São Vicente, do Fogo, da Brava, de Santo Antão, São Nicolau, do Sal, do Maio e da Boa Vista).

No seu discurso de vitória na noite eleitoral, Janira Hopffer Almada considerou a percentagem favorável de 98% de um "resultado extraordinário", tendo em conta que a abstenção é um dos grandes problemas das eleições em Cabo Verde.

Janira Almada foi candidata única para liderar o maior partido da oposição cabo-verdiana, após o deputado José Sanches ter desistido de apresentar a sua candidatura.

A presidente reeleita prometeu uma "nova largada" no PAICV e apelou a todos para colocarem os interesses de Cabo Verde e do partido em primeiro lugar.

O XVI congresso ordinário do PAICV vai decorrer entre 31 de Janeiro e 02 de Fevereiro de 2020, servindo também para eleger os novos órgãos do partido.

Janira Hopffer Almada é o quinto presidente e a primeira mulher a liderar o PAICV, depois de Aristides Pereira, Pedro Pires, Aristides Lima e José Maria Neves.

Foi eleita pela primeira vez em 2014, altura em que ainda era ministra da Juventude, Emprego e Desenvolvimento dos Recursos Humanos, tendo conseguido 51,24% dos votos, contra 40,31% de Felisberto Vieira, que era líder parlamentar do partido, e 8,45% de Cristina Fontes Lima, então ministra adjunta e da Saúde.

Na reeleição, em 2017, como candidata única e já com o PAICV na oposição, ganhou com mais de 90% dos votos cerca de 35 mil militantes no país e na diáspora.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,24 dez 2019 15:39

Editado porSara Almeida  em  12 jul 2020 23:20

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.