Remodelação Governamental: José Gonçalves sai por motivos pessoais e é substituído por Carlos Santos e Paulo Veiga

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,9 jan 2020 8:27

O ministro do Turismo e Transportes e da Economia Marítima, José Gonçalves, pediu para sair do Governo e vai ser substituído pelo actual secretário de Estado, Paulo Veiga, que é promovido ao cargo de ministro.

Para o sector do Turismo e Transportes entra um novo ministro, o economista Carlos Santos.

De acordo com um comunicado do Governo a que a Inforpress teve acesso, José Gonçalves, por razões pessoais, pediu a sua demissão ao primeiro-ministro, José Ulisses Correia e Silva, desde Novembro de 2019.

A mesma fonte adianta que o mesmo vai ser substituído por Paulo Veiga, que passará a assumir a pasta da Economia Marítima, agora na qualidade de ministro, e pelo economista Carlos Santos, que terá sob a sua responsabilidade os sectores do Turismo e Transportes.

A tomada de posse acontece na sexta-feira, 10, pelas 9:00, momento em que também será empossado o novo ministro-Adjunto do primeiro-ministro e da Integração Regional, Rui Figueiredo Soares, como, de resto, já tinha sido anunciado.

Carlos Santos, licenciado em Economia, é o actual administrador residente do grupo Oásis Atlântico em Cabo Verde, do qual é quadro desde 2009.

É também presidente da Assembleia Municipal do Sal e, desde 2019, administrador não executivo da Cabo Verde Airlines (CVA). Desempenhou, igualmente, as funções de vice-presidente de Câmara de Turismo.

Em 2000 trabalhou enquanto técnico superior no Gabinete do vice-primeiro-ministro e já trabalhou em Portugal, São Tomé Príncipe e Angola.

Paulo Veiga, por seu lado, é formado em gestão de empresas e marketing, já vinha desempenhando funções no Governo, desde Janeiro de 2018, na qualidade de secretário de Estado de Economia Marítima, coadjuvando o ministro demissionário José Gonçalves, que é referenciado no comunicado como colaborador “competente e dedicado”, e “um verdadeiro servidor público”.

“O facto de ter ido e feito um bom debate no Parlamento, sabendo que ia deixar o Governo, é um retrato vivo de um homem emocionalmente forte e dedicado. O primeiro-ministro agradece José Gonçalves pelo serviço prestado ao País enquanto membro do Governo”, lê-se no documento.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,9 jan 2020 8:27

Editado porSara Almeida  em  25 set 2020 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.