Ilha da Boa Vista isolada até 4 de Abril

PorExpresso das Ilhas,20 mar 2020 12:19

Toda a ilha da Boa Vista ficará de quarentena nos próximos 14 dias, estando interditados os voos domésticos de e para a ilha, bem como as ligações marítimas de passageiros.

Informações avançadas esta manhã pelo Chefe do executivo, Ulisses Correia e Silva, pouco depois do ministro da Saúde ter anunciado que há 850 pessoas em isolamento no Hotel onde o turista inglês, infectado pelo coronavírus, estava hospedado.

Ulisses Correia e Silva especificou que será feita uma excepção, nas ligações, para casos de evacuação e repatriamento e garantiu que o abastecimento de produtos à ilha, por via marítima, vai continuar de forma normal. Quanto aos voos de e para aquela ilha, como as ligações marítimas de passageiros, estão suspensos até ao final do período de quarentena.

Durante a conferência de imprensa, o primeiro-ministro aproveitou para fazer vários apelos. Não só à população da Boa Vista como a todo o país.

"O pânico não ajuda", começou por dizer Ulisses Correia e Silva. "Devemos cumprir instruções de distanciamento social. Não vão a festas, não vão ao mar. Fiquem em casa. Isto é uma guerra", apontou o primeiro-ministro dizendo que este apelo é válido para a Boa Vista, mas também "para todas as ilhas, concelhos, bairros localidades do país".

Com a confirmação do primeiro caso de infecção, o governo anunciou uma série de medidas que devem ser cumpridas na Boa Vista:

  •  Interdição de voos domésticos de e para a Boa Vista. 
  • Interdição de transporte de passageiros através de navios comerciais e de pesca excepção para situações sanitárias, evacuações de doentes, situações de emergência e repatriamento. 
  • Estas medidas acrescentam às em vigor sobre a interdição nos transportes internacionais. 
  • O abastecimento de mercadorias e produtos à ilha continuará normalmente através de navios comerciais e de pesca que, no entanto, não poderão embarcar e nem desembarcar passageiros. 
  • Encerramento dos serviços e empresas públicos e privados, com excreção de: Farmácias e serviços públicos e privados de saúde. Forças de segurança e serviços de protecção civil. Serviços portuários e aeroportuários. Estabelecimentos comerciais de venda e abastecimento de bens alimentares, de higiene e limpeza e outros bens básicos e essenciais. o Serviços de entrega domiciliária de refeições. o Postos de combustíveis. o Bancos e seguros. Outros sujeitos a autorização prévia devidamente fundamentada. 
  • Um contingente militar e policial será deslocado para garantir a aplicação das medidas restritivas de contingência. 
  • Será reforçada a presença da IGAE para medidas de fiscalização contra o açambarcamento e a especulação comerciais.
  • Todas as operações e actividades relacionadas com a aplicação do Plano de Contingência e das medidas resultantes do estado de emergência ficam sob o comando de um representante do Serviço Nacional da Protecção Civil que será deslocado para a Boa Vista.

A terminar, o primeiro-ministro dirigiu um apelo aos habitantes da Boa Vista. "Todos e cada um são importantes. Faça a sua parte. Fique em casa".

Numa nota à imprensa, o governo anunciou que após ter sido diagnosticado o primeiro caso de COVID-19 na ilha da Boa Vista, "e sabendo que muitos pais/encarregados de educação dos nossos alunos trabalham nos hotéis, o Ministério de Educação informa que as férias escolares na ilha da Boavista terão início hoje".

"Sendo assim todas as escolas e instituições do pré-escolar da ilha da Boavista serão encerradas hoje, devendo todos permanecer em casa. A esta altura já temos elementos suficientes que permitem-nos prosseguir com a avaliação dos alunos", acrescenta o comunicado.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,20 mar 2020 12:19

Editado porAndre Amaral  em  10 abr 2020 8:19

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.