José Maria Neves em Santiago Norte para se inteirar da vacinação

PorExpresso das Ilhas, Lusa,11 nov 2021 8:01

O novo Presidente da República, José Maria Neves, vai realizar na quinta-feira a sua primeira visita oficial a Santiago Norte, dois dias após tomar posse, para se inteirar do processo de vacinação contra a covid-19.

Em comunicado, a Presidência da República informou que José Maria Neves vai deslocar-se aos concelhos de Santa Catarina e Tarrafal, para uma visita à Região Sanitária de Santiago Norte.

O novo chefe de Estado vai ainda efectuar uma visita de cortesia aos presidentes das câmaras municipais dos dois concelhos.

José Maria Neves foi empossado na terça-feira como quinto Presidente da República de Cabo Verde, substituindo Jorge Carlos Fonseca, numa cerimónia em que estiveram presentes outros cinco chefes de Estado.

No dia da tomada de posse, disse que a sua primeira visita oficial poderia ser num dos concelhos do interior de Santiago que estão mais atrasados no processo de vacinação contra a covid-19.

Cabo Vede já atingiu 81,5% de taxa de vacinação com a primeira dose e 61% da população adulta já se encontra completamente vacinada contra a covid-19, segundo dados oficiais.

“Temos concelhos, nomeadamente Tarrafal, Santa Catarina e São Salvador do Mundo onde podemos acelerar por forma a aumentar a taxa de cobertura vacinal”, disse esta quarta-feira no parlamento o ministro da Saúde, Arlindo do Rosário, durante um debate sobre o sector da Saúde.

Segundo o ministro, o Governo está a adoptar “estratégias integradas e articuladas” para envolver no processo a sociedade civil, câmaras municipais, partidos políticos, confissões religiosas, artistas e deputados.

“Numa ampla coligação de esforços por forma a atingir o objetivo primordial: salvar vidas, ganhar em segurança sanitária, libertar o país para a retoma económica”, reforçou, lembrando que Cabo Verde tinha como meta vacinar 70% da população adulta até ao final do ano, mas foi alcançado ainda no mês de Agosto”.

Neste momento, Cabo Verde conta com um total de 38.279 casos positivos acumulados, dos quais 349 resultaram em óbito, 37.838 foram dados como recuperados e há 67 casos ativos.

A covid-19 provocou pelo menos 5.062.911 mortes em todo o mundo, entre mais de 250,81 milhões infecções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detectado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e actualmente com variantes identificadas em vários países.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,11 nov 2021 8:01

Editado porAndre Amaral  em  12 ago 2022 23:29

pub.
pub.
pub.

pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.