​Mais de 30 mil litros de solução para falsificação do grogue destruídos no interior de Santiago

A Inspecção-Geral das Actividades Económicas (IGAE), em parceria com a Polícia Nacional e Fiscalização Municipal apreendeu e destruiu, na última semana, cerca de 30 mil litros de solução para a falsificação do grogue, no interior de Santiago.

De acordo com informaçãoes vançadas pela IGAE, na sua página na rede social Facebook, 21 mil litros foram encontrados em Santa Cruz, “local onde estão a resistir ao cumprimento da lei do grogue”.

Segundo a instituição, a solução é composta de recalda, açúcar refinado e água, solução essa que naturalmente não fermenta.

“Por esta razão é que são introduzidos produtos com carga biológica para provocar a fermentação”, refere.

Esta prática, diz a IGAE, tem afectado gravemente a saúde pública, levando a morte muitas vezes, dos jovens e deixando outros completamente doentes e dependentes.

É neste sentido, e pela salvaguarda da economia nacional e da sustentabilidade, a IGAE e seus parceiros, Polícia Nacional e Fiscalização Municipal, têm feito fiscalização intensiva e que continuará até a selagem dos alambiques.

A Inspecção-Geral das Actividades Económicas avisa que os produtores (os que são titulares das licenças indústrias) serão alvos de processos criminais e contra-ordenacionais, correndo riscos de serem retiradas licenças.

A Inspecção-Geral das Actividades Económicas (IGAE), anunciou, em meados deste mês, que durante o primeiro trimestre do ano, apreendeu cerca de 100 mil litros de produtos de “solução imprópria” para a produção do grogue.

A partir do dia 01 de Junho vai iniciar-se o processo de selagem dos alambiques. A IGAE avisa que este ano a prorrogação será dada apenas a produtores que justificarem ter matéria-prima para fazer a produção do grogue.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Rádio Morabeza, Expresso das Ilhas,29 abr 2019 9:19

Editado porAndre Amaral  em  28 jan 2020 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.