Edição 1163

PorExpresso das Ilhas,13 mar 2024 0:00

A polémica dos leilões dos depósitos do INPS continua a marcar a actualidade do país e tem, por isso, destaque de manchete na edição desta semana do Expresso das Ilhas.

Depois do Governo validar o primeiro leilão do INPS e avançar para um “quadro regulamentar claro” que permita continuar a prática, o Presidente da República, veio dizer que o Governo não pode articular posições com o Banco de Cabo Verde e com Instituto Nacional da Previdência Social porque põe em causa a autonomia do regulador do sistema financeiro.

Também em destaque está a entrevista com Olivier Buyoya, Director Regional para a África Ocidental da IFC que esteve em Cabo Verde para apresentar o Diagnóstico sobre o Sector Privado nacional.

Em conversa com o Expresso das Ilhas este responsável da International Finance Corporation reconhece a importância que o Turismo tem na economia nacional, mas destaca a necessidade de diversificação da economia nacional.

Na capa desta semana trazemos-lhe os nomes dos candidatos do MpD às eleições autárquicas.

O acto eleitoral deve acontecer no final deste ano e o MpD aposta forte na renovação dos seus candidatos. Há 13 caras novas entre os 22 nomes anunciados este fim-de-semana pelo Secretário-Geral do MpD.

Falamos também sobre saúde, neste caso sobre o glaucoma.

Esta doença é uma das principais causas de cegueira irreversível no mundo inteiro e Cabo Verde não é excepção. Embora não tenha cura, não é, porém, uma sentença: desde que diagnosticada a tempo, tem tratamento e a perda de visão pode ser adiada durante muitos, muitos anos. No dia 12 de Março comemorou-se o Dia Internacional do Glaucoma, que pretende, precisamente, sensibilizar para o diagnóstico precoce e acompanhamento desta doença silenciosa. A oftalmologista Isabel Tavares fala-nos da doença, da necessidade de mais conscientização e do cenário vivido em Cabo Verde.

Chamada de primeira página igualmente para a entrevista com Emídio Gomes, Reitor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Entre 16 e 20 de Março, uma comitiva da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) – uma das mais jovens universidades públicas portuguesas, situada em Vila Real, no norte de Portugal – vai deslocar-se a Cabo Verde para firmar parcerias com a Universidade de Cabo Verde (Uni-CV). Em curso, está já o apoio na formação de docentes nas áreas das Ciências Agrárias e da Enologia e, em breve, serão lançadas as bases para a formação noutras áreas estratégicas para Cabo Verde, como as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) ou a Engenharia Civil. O Expresso das Ilhas falou com o reitor da UTAD sobre a estratégia da internacionalização da universidade, mas também da missão de contribuir para o desenvolvimento e progresso muito mais solidário.

A ler ainda os artigos de opinião ‘O chumbo a Jassira Monteiro: Um choque coletivo no feminino’, de Margarida Fontes e ‘Parceria IILP - EI cria o Corpus jornalístico de Cabo Verde’ da autoria de João Neves.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,13 mar 2024 0:00

Editado porAndre Amaral  em  23 mai 2024 23:28

pub.

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.