​Samba Tropical promete maior desfile em 30 anos

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,19 fev 2019 9:54

A Escola de Samba Tropical quer fazer, este ano, o melhor desfile desde que começou a sair, em 1989. Num ano em que comemora o 30º aniversário dos seus desfiles, o grupo vai apresentar-se no sambódromo mindelense com 18 alas, divididas em dois blocos, com um total de mil foliões.

O presidente do Samba Tropical, David Leite, promete aumentar a qualidade.

“É um grupo que já habituou os foliões com uma qualidade acima da média. Manter ou aumentar esta qualidade tem algum trabalho. Este ano, estamos a preparar realmente um desfile que nós acreditamos que pode ser o maior até o momento”, garante.

Na noite de 4 de Março, o grupo carnavalesco vai contar a história de Blimundo, figura central de uma lenda que narra o conto de um boi gigantesco, inteligente e amante da liberdade, na ilha de Santo Antão. David Leite, em entrevista à última edição do 40 Graus, da Rádio Morabeza, explica que o objectivo é contar a história fazendo uma analogia com o povo cabo-verdiano.

“Este ano fomos beber na essência da cultura cabo-verdiana. Fomos beber numa fábula que teve como espaço físico a zona de Ribeira da Torre, em Santo Antão, que é a fábula do Blimundo, um boi valente, resiliente. Portanto, este ano, vamos contar a história do Blimundo fazendo uma analogia ao povo cabo-verdiano”, explica

À semelhança de anos anteriores, várias pessoas são esperadas do estrangeiro, principalmente Estados Unidos da América, de onde vem uma ala já organizada. São igualmente esperados figurantes da Europa, nomeadamente Luxemburgo, Holanda, França e Portugal.

A limitação de voos para São Vicente aparece como um entrave, mas David Leite assegura que os foliões programaram a sua viagem com antecedência.

“É a forma que os nossos foliões têm achado para driblar a questão. Compram as passagens com muita antecedência. Mas a questão da limitação dos voos para São Vicente não deixa de influenciar bastante”, lamenta.

A Escola de Samba Tropical desfila no sambódromo mindelense um dia antes do concurso oficial, ao som do samba-enredo “Pulá Largód”, da autoria da dupla João Carlos Silva e Anísio Rodrigues.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,19 fev 2019 9:54

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  17 out 2019 23:21

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.