Mindelo. O que (ainda) pode assistir no Março Mês do Teatro

PorChissana Magalhães,15 mar 2019 17:24

Cartaz do Março Mês do Teatro SV
Cartaz do Março Mês do Teatro SV(Eliezer Drawn Design/ Associação Mindelact)

O arranque deste ano do Março Mês do Teatro em Mindelo teve a "concorrência" da grande festa da ilha, o Carnaval. Passado o entrudo, finalmente retomou-se a agenda de espectáculos e, até ao Dia Mundial do Teatro (27), muito ainda há para ver.

“Mais teatro para um melhor teatro”. Este foi o slogan escolhido pela Associação Mindelact, promotora da celebração do Março Mês do Teatro (MMT) em São Vicente, para a edição deste ano. E há de facto mais e mais teatro. São 15 companhias/grupos a figurarem no cartaz deste ano, alguns em projectos colaborativos e pelo menos um caso de one man show.

Para este fim-de-semana são três espectáculos agendados. O grupo da oficina permanente de teatro para adolescentes, Ganga, dá corpo à dramaturgia concebida no âmbito do projecto KCena (projecto de formação teatral para jovens num intercâmbio Portugal-Cabo Verde-Brasil) e volta a encenar “A Conferência dos Cegos”, peça estreada em Setembro do ano passado e apresentada como um espectáculo surpreendente e “com uma visão futurista”.

O texto para a peça foi escrita por quatro jovens dramaturgos – dois portugueses, uma cabo-verdiana e um brasileiro – e em palco resultou em três versões. “ A Conferência dos Cegos” é a versão cabo-verdiana e essencialmente propõe uma reflexão sobre o (uso do) tempo e o futuro pela perspectiva de adolescentes.

O Centro Cultural do Mindelo é o palco que recebe hoje este espectáculo. Neste mesmo espaço, amanhã, será a vez de “Estrelas no Palco”, peça do grupo de teatro Selesianos, criado em 2016.

Com algumas peças no currículo, sobretudo teatro infantil, desta vez os Selesianos apostam numa dramaturgia para todas as idades, uma comédia à volta de três estrelas do teatro que se encontram em Mindelo onde devem encenar juntas um espectáculo.

“O principal objectivo da peça é conscientizar o público (de uma forma cómica e leve) como é levar uma peça ao palco. Das dificuldades, dos conflitos... Levar o público a pensar acerca do que os actores passam durante os ensaios e de como é importante para uma peça teatral o público e os que estão nos bastidores”, avançam os criadores, Aristides Pires, Diego Martins e Lívio Fonseca, que assinam a dramaturgia, a encenação e também interpretam as três personagens.

“Estrelas no Palco” repete Domingo na ALAIM. A Academia Livre de Artes Integradas de Mindelo é também o palco para onde Ricardo Fidalga levará o seu humor característico. “ So ne Fonte Inês” traz o performer mais uma vez a solo num espectáculo de stand up comedy que promete muitas gargalhadas.

  

image

Conferência dos Cegos (foto: Queila Fernandes)

Produção colectiva é o espectáculo “Mestre Igor”, assinado pelas companhias Soma Camba, Craq’ Otchod e Criar Teatro e que deverá estrear já na recta final do evento, a 29 de Março e com reposição no dia 30.

“É uma comédia contemporânea, adaptação da peça original brasileira “A Noiva Virtual”, explica Adilson Spinola do Criar Teatro para quem o MMT é uma oportunidade de colaboração e intercâmbio entre os grupos, uma forma de aproveitarem as diferentes características de cada trupe.

O público infantil também é contemplado com alguns espectáculos. Um deles é “Tartaruguinha”, criação da Companhia Morabeza Teatro que a partir de segunda-feira, 18, estará a percorrer 14 escolas da ilha.

“ É teatro educativo, que tem como tema a preservação das tartarugas e por isso levaremos a peça às escolas”, diz Zenaida Medina. A representante do grupo conta que a peça foi criada especialmente para a Ocean Week Mindelo, no ano passado, e com a boa recepção que teve nasceu a ideia de levá-la às escolas, no que contaram com o apoio de alguns mecenas.

No programa do Março Mês de Teatro pela Associação Mindelact – em que já se apresentou “ 2 Estranhos” (Cia. Criar Teatro) e “A Metamorfose” (Grupo de Teatro do Centro Cultural Português de Mindelo) – estão ainda agendados: “Suzete” (projecto Sodade), “Uma Lição sem o menino Tonecas” (Oficina Arteatro), “Viagem de Lua e Areia” (projecto Garcia Lorca), “Os Bichos Invadem a Praça” (Teatro 17) e “Ela Pediu-me Ajuda e eu Tirei-lhe uma Fotografia” (Tchon Poesia).

Quinze espectáculos para ver no mês do teatro em São Vicente

As actividades do "Março Mês do Teatro", em São Vicente, arrancam no próximo dia 2, com a peça "2 Estranhos", do grupo Criar Teatro. Primeiro de um total de 15 projectos teatrais a serem apresentados durante todo o mês de Março.

Novidade na programação deste ano é a apresentação de espectáculos de teatro lambe-lambe. O teatro lambe-lambe, também conhecido como Teatro de Miniaturas, usa recursos como um palco em miniatura (geralmente uma pequena caixa preta), cenários e figuras de dimensões reduzidas, com diferenças em relação ao teatro de fantoches e marionetas já que só pode ser visto por um espectador de cada vez.

O programa do MMT em Mindelo prevê algumas sessões-supresa a anteceder alguns dos espectáculos principais. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Chissana Magalhães,15 mar 2019 17:24

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  23 mar 2019 23:22

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.