Familiares do cantor Jorge Neto ponderam transferi-lo para uma clínica de reabilitação

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,5 fev 2020 12:10

Os familiares do cantor Jorge Neto, que continua internado no hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, estão a analisar a possibilidade de transferi-lo para uma clínica de reabilitação, mas para isso esperam contar com apoio financeiro dos amigos.

O cantor, que se encontrava em coma induzido, no hospital São Francisco Xavier, depois de ter sofrido um duplo Acidente Vascular Cerebral (AVC), acordou no passado dia 17 de Janeiro e, neste momento, segundo o produtor Augusto Veiga (Gugas), já está fora de perigo.

Jorge Neto, conforme avançou, está a reagir e a dar sinais somente com o olho direito e com a mão direita.

“Neste momento a sua situação clínica está estável, está fora de perigo, mas ainda a sua recuperação é um pouco lenta. Ele está a comunicar, está consciente e a dar sinais de que reconhece as pessoas que estão com ele no quarto”, disse.

Devido às sequelas que o cantor teve, Augusto Veiga reconheceu que a recuperação numa clínica é melhor solução do que em casa.

É neste sentido que a família, em parceria com a Embaixada de Cabo Verde em Lisboa, está a procurar uma clínica de reabilitação para transferir o cantor.

Este tipo de clínica, informou, custa 1000 a 1500 euros (cerca de 110 contos a 150 contos) por mês e a família não tem condições de custear esta despesa, pois apesar da esposa de Jorge Neto trabalhar, dependiam dos recursos do cantor.

“Estamos à espera para realmente saber onde ele vai ficar e dali vamos ver a forma de conseguir angariar valores para ajudá-los a cobrir as despesas de que terão necessidade durante os próximos seis meses ou um ano”, disse o manager, que apela a todos os amigos e fãs para apoiarem esta causa.

Paralelamente ao apoio junto dos amigos, a Cusav Entertainmnet, um grupo de organização de eventos dos Estados Unidos de América, lançou no dia 10 de Janeiro uma campanha de angariação de fundos com vista a arrecadar 40.000 dólares.

“Este fundo foi criado de forma a prestar apoio à família de Jorge Neto que atravessa uma fase difícil neste momento. A esposa e os três filhos menores dependem de Jorge Neto como chefe de família. Por tudo que ele contribuiu para a nossa música e cultura, ele merece o nosso total apoio neste momento de necessidade”, justificou a organização.

Até este momento, segundo o ‘site’ de doação, 52 pessoas já contribuíram com o valor total de 3.334 dólares e, conforme informaram, todos os donativos serão directamente enviados para a conta da esposa, Adalgisia Leite, em Portugal.

A contribuição poderá ser efectivada através do seguinte link: https://www.gofundme.com/f/world-united-for-jorge-neto-and-family

Jorge Neto conhecido pela sua performance no palco e pela sua emblemática frase “uau” sofreu um duplo AVC no dia 30 de Dezembro, em casa, mas antes disso quando tentava viajar para Cabo Verde, onde tinha agendado um show de passagem de ano em São Vicente, sentiu-se mal no aeroporto de Lisboa.

Este é o segundo AVC que o artista sofre, uma vez que em finais de 2012 também passou pela mesma situação.

Filho de mãe cabo-verdiana, Jorge Neto nasceu em São Tomé e Príncipe em 1964. De seguida fez os estudos secundários em Portugal e para fugir ao serviço militar obrigatório, emigrou para a Holanda.

Tornou-se conhecido do público cabo-verdiano ao participar, enquanto representante da diáspora, numa edição do concurso “Todo Mundo Canta”, na década de 1980.

Fez sucesso na Holanda e noutros países da diáspora, bem como em Cabo Verde ao lado da mítica banda Livity, enquanto vocalista.

Acarinhado pelo público pela sua energia em palco, que já lhe valeu um galardão nos ‘Cabo Verde Music Awards’, Jorge Neto viria a sofrer, em finais de 2012, um AVC, do qual levou algum tempo a recuperar-se.

Em 2016 na segunda edição da gala Somos Cabo Verde, onde recebeu o prémio de mérito e excelência, fez um dueto improvável com Mayra Andrade como tema “Sem ninguém”.

Depois de 11 anos sem gravar um disco, Jorge Neto lançou em 2016 “Nha Palco”.

Do seu currículo constam agora nove álbuns, nomeadamente “Dja ca Da”; “Jorge Neto”; “Papia Bu Manera”; “Dia Diferente”; “Neto e Cabo Verde”; “Boca Povo”; “Rapaz Novo” e “Harmonia”, estes dois últimos ao lado dos Livity, e por último “Nha Palco”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,5 fev 2020 12:10

Editado porSara Almeida  em  2 ago 2020 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.