Pedro Gregório Lopes apresenta exposição “Rabiskadu_XXIII” em Portugal

PorDulcina Mendes,22 jan 2023 10:13

O artista plástico cabo-verdiano, Pedro Gregório Lopes, de seu nome artístico GregP apresenta esta sexta-feira, 20, a exposição “Rabiskadu_XXIII”, no Centro Cultural de Cabo Verde (CCCV), em Lisboa, Portugal.  

Segundo uma nota da Embaixada de Cabo Verde em Portugal, a exposição Rabiskadu_XXIII é parte de uma série de exposições intituladas “Rabisku”, formado por uma colecção de nove quadros.

“As obras em exposição foram criadas com diferentes técnicas, como aquarela, lápis, pastel e óleo, e são apresentadas em diferentes suportes, como papel, tela e contraplacado. Cada quadro tem uma temática diferente e reflecte a visão artística única de GregP, que combina elementos da sua vida e experiência como arquitecto com a sua paixão pela pintura”, lê-se na nota.

A exposição, conforme a mesma fonte, inclui obras como Explode, aguarela sobre papel, de 2009, “que traz uma explosão de cores e formas; Sellin, aguarela sobre papel, de 2004, que retrata a vida urbana; Ballet/Borb, pastel sobre papel, de 2019, que destaca a beleza do ballet; Floresta, pastel e lápis sobre contraplacado, de 2019, que cria uma atmosfera rica em cor e forma; Ringue e Saltos, quadros em pastel sobre papel, de 2009, que exploram a agilidade e o esforço físico de práticas desportivas; Bubista e Deambulando, quadros em óleo sobre tela, de 2014, que retratam cenas da vida quotidiana; e Sonhos, um óleo sobre contraplacado, de 2019, que mistura elementos oníricos e fantásticos”.

A exposição será abrilhantada por um recital de piano protagonizado por GregP, cujo talento se expande também na música.

De acordo com o mesmo documento, GregP é um artista que tem uma vivência dupla entre Cabo Verde e Alemanha, “o que lhe confere uma perspectiva única sobre o mundo. A sua vivência em dois países tão diferentes influencia a sua arte de forma profunda, criando uma dicotomia entre realidades que se reflete na fluidez e rigor da sua obra. Essa dualidade pode ser vista tanto na sua arquitetura quanto na sua pintura e música”.

Arquitecto multifacetado

Natural de Fajã de Baixo, Ilha de São Nicolau, Pedro Gregório Lopes é um arquitecto talentoso e multifacetado. Desde 1983 tem trabalhado em vários projectos de arquitectura em Cabo Verde, Alemanha e Angola, ganhando reconhecimento pelo seu trabalho excepcional.

Em 1998, recebeu o primeiro prémio BHW de Casas Económicas na Alemanha, reconhecimento que reflecte a sua capacidade de criar espaços habitáveis e acessíveis.

Em 2012, recebeu o primeiro prémio do OSCM (Centro Oceanográfico de Mindelo, GEOMAR), um reconhecimento importante pelo seu trabalho no campo da arquitectura.

Recentemente, GregP e sua irmã Maria José Lopes receberam o prémio de design “Palavras” URDI2022 do CNAD, um prémio que celebra o trabalho de designers inovadores e criativos.

Além de ser um arquitecto experiente e bem-sucedido, Pedro Gregório Lopes é também um artista plástico e músico talentoso. Já realizou diversas exposições de arte, incluindo a de 1983 no Palácio da Justiça, a de 2005 na ANP Cabo Verde e as de 2009 e 2019 com “Rabisku I e II”, no Palácio da Cultura Ildo Lobo, na Cidade da Praia.

GregP também tem apresentado concertos de piano em vários locais, incluindo no Centro Cultural Português, no Centro Cultural do Mindelo e no Palácio da Cultura Ildo Lobo.

Desde 1988, Pedro Gregório Lopes reside em Berlim, onde trabalha como profissional liberal em seu próprio escritório de arquitetura. GregP acredita que as três artes - arquitetura, pintura e música - estão interligadas e expressam-se através da sua vida quotidiana, criando espaços e conectando-os através de cada cadência, movimento e emoção em cada disciplina.

A sua paixão pelas artes e a sua habilidade para combiná-las de maneira criativa e única fazem dele um profissional único e altamente respeitado na sua área. 

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 1103 de 18 de Janeiro de 2023. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,22 jan 2023 10:13

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  3 fev 2023 15:20

pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.