Derrotados pela internet

PorFrancisco Carapinha,20 jul 2020 9:32

​Fazendo a antevisão dos jogos que disputamos no passado fim-de-semana, referentes à 3.ª ronda das competições de xadrez online em que estamos envolvidos, na passada sexta-feira, dia 10 de Julho, perante as câmaras da Televisão de Cabo Verde, afirmei que os encontros já de si tinham um enorme grau de dificuldade porque os aversários eram fortes e, além disso, havia que contar com outros factores, um deles chamado internet.

Dizia ainda que, por causa de uma falha de internet, podiamos perder uma partida e, com isso, influenciar o resultado final.

Não sei se na altura estava a ter alguma premonição relativamente ao que veio a acontecer, o certo é que no passado domingo, o país, na generalidade, esteve privado do normal funcionamento da internet e assim, desligado do mundo.
Como consequência desta falha comunicacional, o nosso match com o Uruguai, a contar para a Nations League, marcado para se iniciar no domingo às 19:15 Horas de Cabo Verde, acabou por ser um fiasco para as cores nacionais.

No primeiro encontro, onde cada jogador efectuaria 2 partidas dispondo para cada uma delas de 15 minutos com 2 segundos de acréscimo por lance (15’+2’’), como não tinhamos nenhum jogador on-line, portanto, disponível para defrontar o seu adversário uruguaio, este acabou por não se realizar, tendo ficado registado como anulado e sendo-nos averbada derrota por “falta de comparência” .

No outro encontro, o de partidas de 3’+2’’, ainda conseguimos efectuar algumas delas, mas a maioria foi perdida por tempo em consquência da malfadada falta da internet. O resultado deste encontro,claramente desfavorável, foi de 10-2, para o Uruguai. Na maioria das partidas fomos claramente derrotados pela falta de conexão à rede. Jogaram, ou tentaram jogar, neste encontro: Mestre Mariano Ortega, José Vaz, David Mirulla, Luís Fernandes, Célia Guevara e Carlos Mões.

No final, o Uruguai somou o ponto da vitória, num confronto em que fomos claramente derrotados pela internet.
No próximo domingo, para esta competição, onde mantivemos o 4.º lugar, jogamos com a Árábia Saudita, que na jornada passada ganhou à Coreia do Sul. Esperamos que no próximo domingo, o resultado final não venha a ter a interferência da internet.
Tinhamos iniciado, na passada sexta-feira, a nossa participação competitiva do fim-de-semana, jogando com o Equador, para a Championship League 2020.

Gil Teixeira, Sidney Spínola, Iura Miranda e Iliano Santos, representaram Cabo Verde,saindo claramente derrotados, por 5,5-2,5, pela equipa da América do Sul que continua invicta nesta competição e está no grupo dos primeiros classificados.

Sabíamos de antemão que não iríamos encontrar pêra doce e o desenrolar do encontro veio comprová-lo. Com esta derrota, acabamos por descer até à 19.ª posição da classificação geral. Na próxima ronda, a 4.ª, jogaremos com uma equipa da África do Sul, num encontro que se deverá disputar sexta-feira, dia 17 de Julho.

Entretanto, enquanto vão decorrendo estas competições, a FIDE anunciou a organização da Olimpíada On-line que vai jogar-se de 22 de Julho a 30 de Agosto, em plataforma ainda por anunciar.

Cabo Verde está a preparar uma equipa para participar nesta grande competição mundial e que, espera-se, venha a envolver a maioria das federações nacionais de xadrez.

Finalizo hoje, com uma alusão ao Dia Internacional do Xadrez que se comemora no próximo dia 20 de Julho, data do 96.º Aniversário da FIDE.

Como o dia 20 de Julho é a uma segunda-feira, a FIDE convida todos os jogadores de xadrez, a que durante o fim de semana anterior a este dia, se façam professores e ensinem o jogo a pelo menos uma outra pessoa, de preferência uma criança, pretendendo com isso que, a próxima semana, se inicie com mais um milhão de jogadores de xadrez.
A FIDE acredita que seja possível atingir este número e eu também acredito.
Apelo aqui a que quem sabe jogar o jogo dos reis, durante o próximo fim-de-semana, ensine o nosso jogo a uma outra pessoa.

Se fizeres a tua parte (eu irei fazer a minha), na segunda-feira teremos mais um milhão de adverários.

image

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 972 de 15 de Julho de 2020. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Francisco Carapinha,20 jul 2020 9:32

Editado porAndre Amaral  em  8 ago 2020 13:19

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.