As oportunidades para a economia marítima "são imensas"

PorAndre Amaral,17 jun 2022 15:28

Abraão Vicente, ministro do Mar, disse hoje, no Sal, durante o Fórum de Investimento que o mar é uma oportunidade que Cabo Verde não pode desperdiçar.

"As oportunidades são imensas para Cabo Verde", disse o ministro em declarações à comunicação social à margem do Cabo Verde Investment Forum que decorre no Sal.

Para Abraão Vicente, Cabo Verde tem de ser capaz de, no pós-pandemia, se aproveitar da sua posição geoestratégica para assumir um papel de relevo na economia global. 
 "Cabo Verde começa a surgir como sítio de desencravamento e de um novo reposicionamento dos produtos através do transhipment, do bunkering e de oportunidades novas para o refinamento de produtos e criação de energia limpa, nomeadamente o hidrogénio verde", apontou o ministro. 
Além disso, referiu, Cabo Verde deve apostar no desenvolvimento dos portos, "porque actualmente grande parte dos grandes portos do mundo estão congestionados com tempo de descarga e processamento bastante longos. Cabo Verde tem aqui oportunidade de captar desenvolvimento internacional para o alargamento de alguns dos portos. Mesmo o Porto Grande de grande só tem o nome. Neste momento é preciso criar novos serviços e alargar a sua plataforma". 
Também o sector pesqueiro e de transformação do pescado deve ser uma aposta. "Temos uma grande oportunidade a nível da gestão dos nossos recursos de pesca, a criação da indústria transformadora de pesca. Já recebi várias empresas, nomeadamente uma que já está instalada em São Vicente que vai alargar a sua fábrica actual para transformação de produto final, que nós não tinhamos em Cabo Verde. A Frescomar faz, mas podemos alargar. Cabo Verde acaba por ser uma plataforma não só para reexportação mas para exportação de produtos acabados ligados à indústria do pescado". 
Outra área que o país deve explorar, defende o ministro, é o eco-turismo. "É uma oportunidade enorme ligado às espécies marinhas como baleias, golfinhos, orcas... temos um ecossistema muito rico". 
Mas além das oportunidades há também os desafios. "Temos os desafios da sustentabilidade: reserva de 30% da nossa área marítima para zonas de não pesca intensiva e reserva de 100% das nossas águas para pesca e desenvolvimento sustentável. São muitos desafios e muitas oportunidades dependendo obviamente do capital de investimento". 
Abraão Vicente aponta igualmente o sector da construção naval como um campo de oportunidades que Cabo Verde deve explorar. "Há aqui uma grande oportunidade ligada à construção naval, à reformatação e desenvolvimento da CABNAVE como uma peça central de construção naval. A CABNAVE aparece aqui como uma empresa que pode desencravar São Vicente através da construção naval, do ensino ligado às indústrias da construção naval e através da criação de empregos qualificados a partir de São Vicente fazendo com que os transportes nacionais não tenham bloqueios a partir do momento que os nossos navios tenham a necessidade de fazer a manutenção periódica", disse.
Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,17 jun 2022 15:28

Editado porA Redacção  em  29 jun 2022 23:28

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.