Porto Novo: Safra de cana de açúcar e industrialização do grogue na recta final

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,26 mai 2024 9:13

A safra de cana de açúcar e industrialização do grogue no município do Porto Novo, Santo Antão, está na recta final e os agricultores acreditam que vão conseguir cumprir o prazo, apesar da escassez de mão-de-obra.

A colheita de cana sacarina neste concelho de Santo Antão foi, este ano, condicionada pela falta de mão-de-obra, mas os agricultores, abordados pela Inforpress, dizem acreditar que vão conseguir cumprir o prazo estipulado pela lei para a safra, que vai até ao dia 31 deste mês de Maio.

É o caso dos agricultores em Tarrafal de Monte Trigo, um dos principais vales agrícolas do concelho do Porto Novo, que garantiram que, apesar dos constrangimentos encontrados, como a falta de trabalhadores e avarias nas unidades de produção, descartam a possibilidade de pedir ao Governo o prolongamento do prazo para a colheita da cana sacarina e industrialização do grogue.

Graciano Évora, porta-voz dos produtores, reafirmou à Inforpress que é possível cumprir o prazo estabelecido pela lei para a safra da cana de açúcar e industrialização do grogue nessa localidade.

O período destinado à safra de cana de açúcar e industrialização do grogue começa a 01 de Janeiro e termina a 31 de Maio, conforme a legislação sobre a matéria.

Entretanto, no concelho do Porto Novo, os produtores têm estado a defender a antecipação da data para 01 de Dezembro, com o argumento de que, nessa altura, a cana sacarina produzida localmente já atingiu a “fase de maturação” por causa do clima.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,26 mai 2024 9:13

Editado porAndre Amaral  em  16 jun 2024 9:20

pub.

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.