Destaques da edição 919

PorExpresso das Ilhas,10 jul 2019 1:12

Nesta edição, o Expresso das Ilhas destaca a entrevista com o Ministro das Finanças, Olavo Correia, no rescaldo do Cabo Verde Investment Forum 2019: É preciso fazer mais e falar menos.

O mundo está diferente e os políticos, os empresários e os cidadãos têm de acompanhar essa mudança, esta foi a principal mensagem deixada pelo Ministro das Finanças na entrevista exclusiva ao Expresso das Ilhas. Entre recados para a classe empresarial e política cabo-verdiana, Olavo Correia afirmou que só com mais trabalho e menos discussões é que o país poderá avançar.

Também neste número, a manifestação em São Vicente: Governo e câmara receberam ‘cartão vermelho’ da população. Pela quarta vez, no espaço de dois anos, os são-vicentinos saíram à rua, num protesto em que disseram “basta”, pediram “autonomia” e gritaram “abaixo o centralismo”. Na ‘morada’, na manhã do Dia da Independência, multiplicaram-se motivações. Reduzir a manifestação de 5 de Julho a uma única causa seria, por isso mesmo, redutor. Uma ideia partilhada, porém, juntou os manifestantes: a convicção de que São Vicente não está a receber a atenção devida.

Caixa Económica de Cabo Verde: Estado compra as acções da Geocapital. O Governo diz que a aquisição dos 27,44 % do capital que a sociedade macaense Geocapital tinha na CECV garante a estabilidade da instituição, por causa da indefinição do empresário espanhol cuja compra tinha sido aprovada pelo Banco Central.

Paulette Lenert, ministra da Cooperação e Acção Humanitária do Luxemburgo: “Santo Antão é a ilha que escreve a história da parceria entre os nossos dois países”. A Ministra da Cooperação e Ação Humanitária do Luxemburgo, Paulette Lenert, esteve em Cabo Verde na passada semana cuja visita culminou com a assinatura entre os dois governos de três novos acordos de financiamento num total de 9,5 milhões de euros. Durante a sua estadia em Cabo Verde a ministra participou na sessão de abertura do Cabo Verde Investiment Fórum na Ilha do Sal e visitou alguns projetos financiados pelo governo luxemburguês nas Ilhas de Santiago, São Vicente e Santo Antão. Numa breve conversa com o Expresso das Ilhas, Paulette Lenert mostrou-se encantada com Santo Antão, ilha que a governante considera exemplo paradigmático da cooperação entre os dois países.

Comemorações do 5 de Julho: Discurso na Assembleia com o olhar sobre as ilhas. Ambição sim, mas calculada e sem devaneios. Crítica sim, mas equilibrada e positiva. No discurso do Presidente da República houve recados para a situação e para a oposição, mas foi a assimetria entre as ilhas que mereceu maior destaque, apelando Jorge Carlos Fonseca a que os “decisores tenham a consciência do papel do Estado no combate a assimetrias regionais e a desigualdades sociais pouco razoáveis”. Num momento em que, em outro ponto de Cabo Verde (em São Vicente) decorria uma manifestação, na sessão solene do 5 de Julho, na Praia, o chefe de Estado defendia que as assimetrias regionais “irrazoáveis” “podem ser enfrentadas e reduzidas com medidas de política”, nomeadamente de política económica, e exortou ao consenso urgente sobre um modelo de regionalização. “A solução tem de ser encontrada rapidamente para evitar que se aprofundem as desigualdades”, avisou.

No interior, a opinião de João Chantre, Santo Antão – a Ilha Digital; e de Manuel Brito-Semedo, Aspectos da ironia de Eça de Queiroz, de António Aurélio Gonçalves. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,10 jul 2019 1:12

Editado porDulcina Mendes  em  22 jul 2019 7:19

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.