Edição 1066

PorExpresso das Ilhas,4 mai 2022 0:02

A entrevista ao novo presidente da UCID, João Santos Luís, faz a manchete desta edição do Expresso das Ilhas.

Braço direito de António Monteiro durante longos anos, sucedeu-lhe na liderança da União Cabo-Verdiana Independente e Democrática (UCID). Um mês depois do congresso que o colocou na presidência, João Santos Luís estabelece como primeira meta a eleição, até final do ano, das estruturas regionais em todo o país. A terceira força política nacional mantém a ambição de acabar com as “maiorias absolutas eleitas", para um maior equilíbrio no exercício do poder.

Também em destaque está a entrevista com o Presidente da Câmara Municipal de São Filipe, no Fogo, Nuías Silva.

Caiu este domingo o pano sobre as festas da Bandeira e de Nhô São Filipe na Ilha do Fogo. O edil faz o balanço dessas concorridas festividades e levanta o véu sobre as actividades da semana comemorativa do centenário da Cidade de São Filipe que decorre de 5 a 12 de Julho. A recente institucionalização do 1º de Fevereiro como Dia Nacional da Talaia Baxu, os principais desafios até o final do seu mandato com vista a transformar São Filipe num município atractivo e competitivo são outros tópicos da entrevista.

Destaque igualmente para a situação do ensino de português nas escolas portuguesas, uma pública e duas privadas, em Cabo Verde.

O currículo não é de cá. A cultura difundida, mesmo que de mãos dadas com a nacional, é de lá. Mas a língua que se promove, não sendo a língua materna, é de Cabo Verde. As escolas de ensino Português têm sido um importante veículo de valorização desta que é também a nossa língua, e assumem abertamente a missão de a defender e com ela fomentar laços afectivos. Numa altura em que cerca de 350 milhões de falantes celebram o dia Mundial da Língua Portuguesa, 5 de Maio, fomos então conhecer essas escolas, presentes na Praia e no Mindelo, e olhamos o domínio da Língua Portuguesa pelos alunos cabo-verdianos que aí vão estudar.

Na saúde olhamos para a situação das pessoas que acompanham crianças que estão internadas no hospital da Praia que reclamam da falta de estrutura no Hospital Universitário Agostinho Neto (HUAN), dizendo que se acomodam como podem nas cadeiras. Em sua defesa, o HUAN diz que as poltronas adquiridas inicialmente não têm medidas que sirvam às especificidades da pediatria do hospital e que, por isso, mandou confeccionar mais 40 unidades com dimensões ajustadas. As poltronas, segundo o PCA do HUAN, deverão chegar a Cabo Verde dentro de dez dias e ainda durante este mês de Maio, ou na primeira quinzena do mês de Junho, vão ser alocadas àquele serviço.

Na economia falamos sobre a subida de preços em Cabo Verde e no mundo.

No meio de uma crise, saber que esta vai prolongar-se não é a melhor notícia, mas é o que acontece quando à pandemia se junta o cenário de guerra. As políticas protecionistas por parte de alguns países só vieram agravar o problema e o Banco Mundial já avisou, no último Outlook de Abril, que os custos elevados dos alimentos e da energia poderão durar anos.

No desporto damos destaque ao xadrez.

O CV OPEN 2022 decorreu de 22 a 30 de Abril e a vitória ficou em casa com a vitória do Mestre Internacional Mariano Ortega. 34 jogadores vindos de 10 países participaram neste torneio.

A ler, igualmente, o texto de Ondina Ferreira com 'Ah! Como nos Fazem Falta Activistas de Causas Sociais!...'

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,4 mai 2022 0:02

Editado porAndre Amaral  em  28 mai 2022 16:19

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.