​SILMAC pede fim da “desinformação sistemática”

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,21 mar 2018 12:30

Vera Santos
Vera Santos(Rádio Morabeza)

A SILMAC classifica de infundadas as declarações do presidente do SIACSA, que fala de uma alegada suspensão de vigilantes da empresa do sistema de previdência social, fardas obsoletas, não pagamento de folgas suplementares, salários diferenciados e inexistência de mapa de férias.

Em conferência de imprensa, hoje, na sua sede em São Vicente, a directora-geral da empresa de segurança privada, Vera Santos, explicou que não existe qualquer incumprimento.

“Não correspondem à verdade. São absolutamente infundadas e susceptíveis de colocar em causa a imagem da SILMAC. Contrariamente ao que foi dito pelo sindicato, a SILMAC cumpre escrupulosamente todas as suas obrigações legais laborais em relação aos seus colaboradores, nomeadamente as respeitantes ao INPS, à Inspecção-Geral do Trabalho e às Finanças. Podemos garantir que neste momento não temos nenhuma situação de incumprimento em relação a pagamentos do INPS, mapas de férias, subsídios devidos ou qualquer outra situação”, garante.

Quanto ao fardamento, a empresa esclarece que o mesmo foi revisto em 2016 e que, desde então, os colaboradores usam novos uniformes padronizados, adequados às exigências da sua função. Sobre alegadas perseguições, a responsável diz que tal não se aplica à empresa que dirige.

Por isso, Vera Santos considera despropositada a ameaça de greve para os dias 29, 30 e 31 de Março.

“O pré-aviso de greve é completamente despropositado, inoportuno, porquanto todas as reivindicações foram cumpridas pela empresa e negociadas no âmbito do Acordo Colectivo de Trabalho”, considera.

“Apelamos à sensatez de todos os que estão envolvidos neste processo negocial e apelamos também ao SIACSA, no sentido de pôr fim à desinformação sistemática da opinião pública em relação à SILMAC, resultante do recurso técnicas de comunicação que têm falseado, dolosa ou inadvertidamente, a realidade dos factos”, acrescenta.

O pré-aviso de greve foi entregue na passada segunda-feira. A SILMAC diz-se disponível para o diálogo.

Em relação ao aumento salarial, Vera Santos diz estar a aguardar a publicação oficial do acordo colectivo de trabalho, assinado no passado dia 6 de Março, onde é estipulada a nova grelha.

O pré-aviso de greve entregue pelo sindicato abrange os vigilantes da SILMAC e da Sepricav, em São Vicente, tendo como base as mesmas reivindicações.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,21 mar 2018 12:30

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  15 nov 2018 3:23

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.