Judite Nascimento toma hoje posse para o segundo mandato na universidade pública

PorChissana Magalhães,27 mar 2018 6:12

Judite Nascimento, reitora eleita da Uni-CV
Judite Nascimento, reitora eleita da Uni-CV©GCI Uni-CV

Eleita pela segunda vez para o cargo de reitora da Universidade de Cabo Verde, a professora Judite Medina do Nascimento é hoje empossada pelo governo numa cerimónia a ter lugar no Campus do Palmarejo, Praia.

Na data simbólica que é o 27 de Março, Dia da Mulher Cabo-verdiana, Judite Nascimento toma posse pela segunda vez consecutiva como reitora da única universidade pública de Cabo Verde. Na cerimónia, agendada para as 16h30, o governo será representado pelo Secretário de Estado para Educação, Amadeu Cruz, que dará posse à terceira reitora da Universidade de Cabo Verde para o mandato a decorrer de 2018 a 2022.

Judite Medina do Nascimento foi pela primeira vez eleita reitora da Uni-CV em Janeiro de 2014, nas primeiras eleições reitorais realizadas na universidade pública de Cabo Verde, tendo obtido 50,9% dos votos face aos candidatos Amália Lopes e Paulino Fortes Lima (então reitor). 

Doutorada em Geografia e Ordenamento do Território pela Universidade de Rouen (França), é também mestre em Geografia Humana e Planeamento Regional e Local pela Universidade de Lisboa e licenciada em Geografia pela Universidade Estatal de Kharkov (Ucrânia). Docente do ensino superior desde 1995, iniciou as suas funções na então Escola de Formação de Professores do Ensino Secundário, depois ISE – Instituto Superior de Educação. É docente do quadro definitivo da Universidade de Cabo Verde desde a sua fundação.

Como reitora da Uni-CV, é a actual presidente do Conselho de Administração da Universidade Virtual Africana (UVA) e vice-presidente da Associação da Universidades de Língua Portuguesa (AULP).

Candidatada mais votada nas eleições de Janeiro deste ano, em que disputou a sua reeleição com Artur Furtado, Corrine Almeida e Eurídice Monteiro, Judite Nascimento passou com Artur Furtado à segunda volta, que venceu com 55,79% dos votos.

Na altura, o candidato derrotado avançou ao Expresso das Ilhas estar a considerar a hipótese de solicitar a impugnação daquelas eleições dado ele e a sua equipa estarem “convencidos de que, desde o início, houve condicionamento, medidas tomadas que condicionaram os resultados”.

Em reacção, Judite Nascimento disse estar tranquila: “a nossa candidatura está tranquila quanto à forma como todo o processo foi desenvolvido. Tudo foi organizado e executado nos termos de um regulamento que foi aprovado pelo Conselho da Universidade, sendo este um órgão absolutamente independente".

Artur Furtado veio, de facto, a avançar com uma reclamação junto à Comissão Eleitoral, tendo ainda chegado à instância do Conselho da Universidade. Ambos os órgãos decidiram pela legitimidade dos resultados, tendo Furtado recorrido, então, ao tribunal da Praia, onde terá apresentado uma queixa.

Conforme nota do Gabinete de Comunicação e Imagem da Uni-CV, o segundo mandato de Judite Nascimento como reitora da universidade pública “é um compromisso de liderança de um projecto com foco numa abordagem de integração, inovação e empreendedorismo”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Chissana Magalhães,27 mar 2018 6:12

Editado porChissana Magalhães  em  19 set 2018 3:22

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.