ICIEG capacita líderes comunitários em Igualdade de Género e VBG

PorExpresso das Ilhas,13 set 2018 16:08

Depois dos municípios de Ribeira Grande de Santiago, Sal e São Lourenço dos Órgãos, a região Fogo e Brava está a receber desde o dia 10 e até amanhã, 14, formação em Igualdade de Género e VBG destinada a líderes comunitários.

Na ilha Brava, onde decorre a última fase da formação e onde “historicamente não tem tido números muito alto de denúncias” a formadora do ICIEG, Isis Labrunie, admitiu que a ilha vem registando nos últimos tempos um aumento no número de denúncias de casos de VBG.

Entretanto, conforme a Inforpress, Labrunie entende que este crescimento no número de queixas registadas “não é necessariamente um caso negativo ou alarmante” já que estes serão casos que já vinham acontecendo e que são agora denunciados devido ao impacto positivo da socialização da lei e dos mecanismos de denúncia.

Para colaborar nesse processo de socialização e nas acções de combate o ICIEG está a formar agentes comunitários que passam assim a estar na posse de importantes conhecimentos e ferramentas de apoio às vítimas.

“Com esta capacitação, queremos que seja transmitida à comunidade de onde vem estes diferentes líderes a formação necessária para que as vítimas e outras pessoas que têm conhecimento possam denunciar esses casos, conhecer as medidas sociais e de protecção existentes”, disse Isis Labrunie à Inforpress.

Esta iniciativa do ICIEG é recebida por João Duarte, um dos líderes comunitários a participar da formação, como uma oportunidade de trabalhar para a mudança de mentalidades na ilha e ter assim uma comunidade mais equilibrada no que à igualdade e equidade de género toca.

Esperando sair da acção e capacitação “mais rico” e com mais conhecimentos na área, o formando vê a situação da VBG como um flagelo social que só poderá ser enfrentado pela comunidade unida, reconhecendo a existência na ilha do machismo e também de mulheres submissas á violência de que são vítimas.

A cooperação espanhola é a parceira do ICIEG nesta formação que irá chegar a todos os municípios do país com o objectivo de capacitar homens e mulheres com destaque nas comunidades na prevenção e combate á VBG.

Com a meta definida pelos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável 2030 o ICIEG, em parceria com a Associação Cabo-Verdiana de Luta Contra a Violência Baseada no Género, a ONU Mulheres Cabo Verde, a rede Laço Branco Cabo Verde - Homens Contra a Violência de Género anunciou no início deste mês uma série de novas Medidas de Proteção das Vítimas, entre os quais o Sistema de Avaliação de Risco, que garante assistência e protecção personalizada, por parte da Polícia Nacional, às vítimas de Violência Baseada no Género.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,13 set 2018 16:08

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  5 jun 2019 23:22

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.