Cabo Verde continua sem casos autóctones de paludismo

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,12 out 2018 13:11

Desde o mês de Janeiro que não há nenhum caso de paludismo autóctone em Cabo Verde. A afirmação é do ministro da Saúde e da Segurança Social, após visitar alguns bairros da cidade da Praia, no âmbito da campanha de luta anti-vectorial, que está a decorrer no país.

Arlindo do Rosário diz que este é o resultado de um trabalho que precisa de ser continuado.

"Não há nenhum caso de paludismo autóctone, desde Janeiro, em todas as ilhas de Cabo Verde, em relação às outras doenças, como as arboviroses, com por exemplo Zika, Dengue e essas coisas, nós não temos nenhum caso. É evidente que é um trabalho que precisa ser continuado e estamos com muito afinco", avança.

O titular da pasta da Saúde recorda que Cabo Verde tem como meta a eliminação do paludismo, em 2020, mas ainda há muito trabalho a ser feito.

"Estamos num bom caminho, mas há muito trabalho a ser feito e, com o engajamento de todos, acredito que conseguiremos atingir a meta ", explica.

No que diz respeito aos casos importados, Arlindo do Rosário recorda que vão continuar a acontecer, enquanto não acontecer a erradicação do paludismo no mundo.

Está a ser trabalhado um plano de eliminação do paludismo, onde estão definidos os planos operacionais e estratégicos, com o devido orçamento para a sua execução.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,12 out 2018 13:11

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  4 jul 2019 23:22

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.